CUIDADO

Vinícius Eutrópio crê que adversários evitarão faltas perto da área

Técnico sabe da qualidade dos seus batedores

Leonardo Vasconcelos
Leonardo Vasconcelos
Publicado em 10/04/2017 às 11:01
Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Técnico sabe da qualidade dos seus batedores - Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Leitura:

Não há dúvidas que a bola parada tornou-se umas das armas mais fortes do Santa Cruz nesta temporada. Os números estão aí para dizer isso, afinal são 11 gols da jogada em 2017, sendo seis de falta e cinco de pênalti. Só Anderson Salles anotou seis tentos no ano. O bom retrospecto nesse tipo de lance, contudo, vai além simplesmente das cobranças. Segundo o técnico Vinícius Eutrópio, isso pode facilitar a vida dos atacantes perto da área, já que os adversário tentarão ao máximo evitar faltas perto do gol.

“Ter cobrador bom induz o adversário a evitar faltas. Uma coisa facilita a outra. Importante isso porque pode sobrar um espaço para algum dos atacantes que estão de costas para o gol”, comentou o treinador coral. Nesta segunda-feira, o Santa Cruz encara o Náutico no Arruda em duelo que irá definir as semifinais do Pernambucano.

Eutrópio ainda pontuou que a atenção para as bolas paradas do Tricolor se deve não somente aos números de gols, mas também à maneira como eles foram obtidos. De acordo com o comandante do Santa, são muitos gols de faltas frontais, o que não é normal para ele. “Fizemos muitos gols em faltas frontais e talvez isso tenha chamado a atenção. Temos um segredinho, mas nossos batedores são excelentes”, afirmou o técnico.

AUSÊNCIA

Nesta segunda-feira, contra o Náutico, o Santa Cruz não terá Anderson Salles em campo. O zagueiro está suspenso pelo recebimento do terceiro amarelo. Ainda assim, a equipe coral será perigosa nas faltas já que Pereira, que já marcou gol de falta contra o Sport, vai estar no gramado.

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias