Ilha do Retiro

Rodney responde à diretoria do Sport, que se mantém irredutível

Costarriquenho explicou, por e-mail, os motivos que o fazem não querer retornar ao clube

ALEXANDRE ARDITTI
ALEXANDRE ARDITTI
Publicado em 16/01/2017 às 13:40
JC Imagem
Costarriquenho explicou, por e-mail, os motivos que o fazem não querer retornar ao clube - FOTO: JC Imagem
Leitura:

Três dias depois de ser notificado pelo Sport para se apresentar no CT, o costarriquenho Rodney Wallace enviou na manhã desta segunda-feira (16), por e-mail, uma resposta à diretoria do clube. Nela, reitera os motivos que o fazem não querer retornar ao Recife e pede novamente para que o Leão o libere de cumprir o contrato até dezembro. As justificativas do meia-atacante não convenceram em nada os rubro-negros, que seguem firmes no prazo estipulado para a sua volta: esta terça-feira.

Se Rodney Wallace não se apresentar ao técnico Daniel Paulista no CT para iniciar os trabalhos da pré-temporada, o caso ficará caracterizado como abandono de emprego. O que os advogados rubro-negros ainda estudam é o próximo passo: fazer uma segunda notificação ao atleta ou levar o assunto diretamente para a Fifa. “Notificamos Rodney. Ele tem um prazo para retornar e vamos ter que aguardar. Estamos estudando um segundo convite para que ele volte ao trabalho, para caracterizar ainda mais o abandono. Depois, vamos juntar a documentação necessária para interpelar a Fifa sobre o assunto”, explicou o presidente do Leão, Arnaldo Barros.

O vínculo de Rodney Wallace com o Sport vai até dezembro de 2017. Para não retornar ao clube, o costarriquenho alega que a sua esposa, que é norte-americana e com quem tem uma filha de três anos, não se adaptou ao Recife e que vem o pressionando para voltar a atuar no futebol dos Estados Unidos. Antes de vestir a camisa rubro-negra, ele defendia o Portland Timbers.

A diretoria do Sport diz que abre mão do contrato se ao menos Rodney Wallace ressarcir o clube em 200 mil euros (cerca de R$ 680 mil), valor que foi investidos no início do ano passado para a compra de 65% de seus direitos econômicos.

 

NA ILHA

Rodney Wallace foi o gringo que mais deu certo no Sport na temporada passada. Contratado como meia-atacante, acabou se firmando como lateral-esquerdo. Atuou em 24 partidas do Brasileirão, sendo 21 como titular, e marcou quatro gols. As boas atuações lhe renderam três convocações para a seleção da Costa Rica, inclusive para uma partida das Eliminatórias da Concacaf.

Últimas notícias