epidemia

Termina quarentena do coronavírus para brasileiros que voltaram da China

Cidadãos repatriados e militares embarcaram para seus Estados de origem após 14 dias de quarentena do coronavírus

JC Online
JC Online
Publicado em 23/02/2020 às 13:34
Notícia
Ministério da Defesa/Twitter
Cidadãos repatriados e militares embarcaram para seus Estados de origem após 14 dias de quarentena do coronavírus - FOTO: Ministério da Defesa/Twitter
Leitura:

Após cerimônia que marca o fim da quarentena dos 58 brasileiros que estavam em confinamento desde o dia 9 de fevereiro após serem resgatados em Wuhan, na China, epicentro dos casos de coronavírus no país asiático, repatriados e militares embarcaram para os seus estados após 14 dias em Anápolis, Goiás.

Estavam presentes, além dos repatriados, o ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, o comandante da Aeronáutica, tenente-brigadeiro do Ar Antônio Carlos Moretti Bermúdez, o governador de Goiás, Ronaldo Caiado, o prefeito de Anápolis, Roberto Naves, e representantes do Ministério da Saúde, Anvisa e secretaria de Saúde do Governo de Goiás.

Os repatriados chegaram ao hangar onde foi realizada a cerimônia bastante sorridentes e emocionados, assistindo a um vídeo sobre a operação de resgate e seu planejamento. O vídeo destacou imagens do presidente Jair Bolsonaro e do governador de Goiás, Caiado (DEM).

Além disso mostrou imagens do alojamento onde os brasileiros ficaram nesses últimos 14 dias e reproduziu o áudio do presidente Bolsonaro que foi transmitido no avião quando os repatriados entraram no espaço aéreo brasileiro. Havia imagens ainda do tempo de quarentena e das atividades que foram feitas pelos brasileiros.

O vídeo fez ainda uma homenagem aos militares e civis envolvidos na operação. Os militares que participaram da operação, que também ficaram em quarentena, também estavam emocionados

Duas crianças do grupo de repatriados entregaram ao ministro da Defesa dois quadros com a bandeira do Brasil, com a assinatura dos brasileiros resgatados. Azevedo disse que o presente será entregue ao presidente Bolsonaro. "É um alívio que todos os exames deram negativo para a doença (coronavírus). Que Deus os acompanhe e bom retorno", disse o ministro na cerimônia aos repatriados.

Dois berços, que foram utilizados no confinamento, foram colocados no hangar com os nomes das crianças que os usaram nos 14 dias e as placas foram entregues às duas mães dos dois bebês, Isabela e Mateus. O momento de entrega foi de bastante emoção. Foi exibido ainda um vídeo com repatriados agradecendo o resgate, à China e desejando força à cidade de Wuhan.

Voos finais após quarentena do coronavírus

Ao final do evento, duas aeronaves da Força Aérea Brasileira (FAB) levaram os brasileiros para os Estados de origem. Um deles fará o roteiro Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo e Paraná.

Um segundo seguiu para Brasília e de lá um outro voo da FAB seguiu para a Serra do Cachimbo, no Pará, com um passageiro. Outros dois passageiros que desembarcarão em Brasília seguirão em voos comerciais para o Rio Grande do Norte e Maranhão.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias