Clima

Cientista não merece privilégio de sigilo, diz crítico

ONG busca criar um foro privilegiado para cientistas patrocinados por verbas federais

Folhapress
Folhapress
Publicado em 18/02/2015 às 21:45
Foto: DAVID MCNEW / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / AFP
ONG busca criar um foro privilegiado para cientistas patrocinados por verbas federais - FOTO: Foto: DAVID MCNEW / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / AFP
Leitura:

Para o meteorologista Anthony Watts, a principal voz entre os grupos que questionam a ciência vigente do aquecimento global, a ONG Union of Concerned Scientists busca criar um foro privilegiado para cientistas patrocinados por verbas federais, para que estes não sejam submetidos às mesmas exigências que outros funcionários públicos.

"O Fundo Para Defesa Legal da Ciência do Clima, uma ideia levada à frente, ao que parece, especificamente para Mann, parece ser mais um instrumento de ataque do que de defesa", escreveu Watts em seu blog, um dos sites de maior audiência com artigos questionando a ciência do aquecimento global.

Segundo o meteorologista, a aparição de Mann no encontro da AAAS reclamando do assédio a cientistas foi só um factoide com a intenção de dar publicidade a seu livro.

Para o climatologista da Pensilvânia, porém, os ataques a seus colegas têm um efeito perverso, com cientistas se amedrontando.

"Tenho visto cientistas indo contra próprias suas convicções e aguando suas descobertas, dando muito destaque a suas limitações e enterrando a parte mais importante daquilo que descobriram", diz Mann. "Esses ataques têm sido eficientes."

O cientista menciona o caso do periódico de psicologia "Frontiers in Psychology" que publicou um estudo ligando a mentalidade conspiratória ao tipo de lógica que leva alguém a não acreditar na ciência do clima.

A revista decidiu anular a publicação do estudo depois de ser pressionada por grupos que rejeitam a causa humana do aquecimento global. Os editores declararam confiar na validade do estudo, mas disseram não ter como arcar com os custos legais de levar o caso aos tribunais.


O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias