Encalhados

Quase 150 golfinhos encontrados em praia do Japão

Espécie cabeça-de-melão é relativamente comum no Japão, onde os pescadores capturam a cada ano centenas de cetáceos, uma prática condenada pelos organismos de defesa dos direitos dos animais

Da AFP
Da AFP
Publicado em 10/04/2015 às 7:42
Foto: AFP
Espécie cabeça-de-melão é relativamente comum no Japão, onde os pescadores capturam a cada ano centenas de cetáceos, uma prática condenada pelos organismos de defesa dos direitos dos animais - FOTO: Foto: AFP
Leitura:

Quase 150 golfinhos da espécie cabeça-de-melão encalharam nesta sexta-feira em uma praia do Japão, onde os moradores e a Guarda Costeira tentaram, desesperadamente, prestar auxílio.

Os cetáceos foram encontrados na localidade de Hokota, no município de Ibaraki, 100 km ao nordeste de Tóquio.  Alguns integrantes das equipes de resgate tentavam evitar que a pele dos golfinhos secasse, enquanto outros tentavam de devolvê-los ao mar, mas a corrente devolvia os animais para a praia. 

Vários golfinhos apresentavam ferimentos profundos. Os animais mortos foram enterrados pelos moradores.  "Normalmente, um ou dois cetáceos ficam encalhados a cada ano, mas esta é, talvez, a primeira vez que encontramos mais de 100 na praia", afirmou um funcionário da Guarda Costeira à AFP. 

"Os ultrassons emitidos pelos golfinhos para orientação podem ter sido absorvidos pelos bancos de areia, o que teria provocado a desorientação", afirmou Tadasu Yamadao, pesquisador do Museu Nacional da Natureza e Ciência, ao jornal Yamiuri. 

O golfinho da espécie cabeça-de-melão é relativamente comum no Japão, onde os pescadores capturam a cada ano centenas de cetáceos, uma prática condenada pelos organismos de defesa dos direitos dos animais. 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias