ATENTADO

Ataque contra hotel na Somália termina com pelo menos 10 mortos

As forças somalis lutaram contra os combatentes shebab entrincheirados no edifício desde quarta-feira (1) à noite, quando um carro-bomba foi detonado

Amanda Azevedo
Amanda Azevedo
Publicado em 02/06/2016 às 6:51
MOHAMED ABDIWAHAB / AFP
As forças somalis lutaram contra os combatentes shebab entrincheirados no edifício desde quarta-feira (1) à noite, quando um carro-bomba foi detonado - MOHAMED ABDIWAHAB / AFP
Leitura:

Um ataque contra um hotel de Mogadíscio, capital da Somália, chegou ao fim nesta quinta-feira (2) com um balanço de pelo menos 10 mortos, anunciou o ministro da Segurança.

As forças somalis lutaram contra os combatentes shebab entrincheirados no edifício desde quarta-feira (1) à noite, quando um carro-bomba foi detonado diante do hotel Ambassador, de seis andares.

"As forças de segurança mataram todos os criminosos", afirmou o ministro Abdirizak Omar Mohamed.

"No momento podemos confirmar 10 mortos e vários feridos", completou o ministro, antes de informar que as equipes de emergência procuram sobreviventes entre os escombros do edifício.

Dois deputados estão entre as vítimas fatais, segundo a força da União Africana na Somália (Amisom).

Ao menos 40 pessoas ficaram feridas no ataque, de acordo com fontes médicas e das forças de segurança.

Os shebab, ligados à Al-Qaeda, pretendem derrubar o governo somali, que tem o apoio da comunidade internacional e o respaldo da Amisom.

O grupo reivindicou o ataque na quarta-feira.

A Amisom expulsou os shebab de Mogadíscio em agosto de 2011.

Apesar das derrotas na maioria de seus redutos, os shebab ainda controlam amplas zonas rurais, a partir de onde organizam suas operações de guerrilha e atentados suicidas.

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias