INGLATERRA

Esquadrão antibomba é chamado para universidade em Manchester

Um atentado na cidade, na segunda-feira (22), deixou 22 mortos e 59 feridos

Amanda Azevedo
Amanda Azevedo
Publicado em 25/05/2017 às 7:19
Foto: Google Street View
Um atentado na cidade, na segunda-feira (22), deixou 22 mortos e 59 feridos - Foto: Google Street View
Leitura:

Uma equipe do esquadrão antibomba foi enviada à universidade de Trafford, no sudoeste de Manchester, enquanto o exército e a polícia se dirigiam ao local após "uma ligação", anunciou a polícia britânica nesta quinta-feira (25).

"Os agentes do EOD (esquadrão antibomba) chegaram no local", indicou a polícia de Manchester, onde um atentado fez 22 mortos na segunda-feira (22).

Atentado em Manchester

A polícia britânica anunciou nessa quarta-feira (24) ter efetuado a sétima detenção no âmbito das investigações sobre o atentado que deixou 22 mortos após um show da cantora pop americana Ariana Grande na cidade de Manchester.

A nova detenção ocorreu após uma busca em um endereço situado em Nuneaton, cidade de Warwickshire, no centro da Inglaterra, informou a Polícia. Trata-se da primeira detenção vinculada ao caso realizada fora da região de Manchester.

O Estado Islâmico (EI) reivindicou o atentado que deixou 22 mortos e 59 feridos ao final do show de Ariana Grande, na noite de segunda-feira. As autoridades acreditam que Salman Abedi - um britânico de 22 anos de origem líbia - foi o autor do ataque suicida com explosivos contra a Manchester Arena. Na Líbia, foram detidos o pai e o irmão de Salman Abedi.

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias