ESPANHA

Liberdade provisória para o quarto detido da célula de Barcelona

Salh El Karib, gerente de um posto telefônico em Ripoll, povoado catalão de onde veio a maioria dos suspeitos, ficou detido durante quatro dias

AFP
AFP
Publicado em 24/08/2017 às 10:03
GABRIEL BOUYS / AFP
Salh El Karib, gerente de um posto telefônico em Ripoll, povoado catalão de onde veio a maioria dos suspeitos, ficou detido durante quatro dias - FOTO: GABRIEL BOUYS / AFP
Leitura:

O quarto suspeito detido como membro de uma célula extremista que realizou os atentados em Barcelona e Cambrils foi colocado nesta quinta-feira (24) em liberdade provisória com medidas cautelares, informou à AFP um porta-voz da Audiência Nacional.

Salh El Karib, que era gerente de um posto telefônico em Ripoll, um povoado catalão de onde veio a maioria dos suspeitos, ficou detido durante quatro dias.

Outros suspeitos

Outros dois membros da célula foram acusados na véspera e um terceiro suspeito, Mohammed Aalla, foi posto em liberdade sob controle judicial por ser alvo de acusações menos graves.

Últimas notícias