petrobras

Em nota, Lula nega ter dito que Dilma deu 'tiro no pé'

Segundo as explicações do Instituto, Lula não fez as declarações publicadas na Folha de S. Paulo "em público ou em privado"

Da AE
Da AE
Publicado em 21/03/2014 às 15:47
Foto: AFP
Segundo as explicações do Instituto, Lula não fez as declarações publicadas na Folha de S. Paulo "em público ou em privado" - FOTO: Foto: AFP
Leitura:

O Instituto Lula divulgou, nesta sexta-feira (21), uma nota em que nega que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tenha dito que a presidente Dilma Rousseff deu "um tiro no pé" ao criticar os documentos apresentados pela Petrobras para justificar a compra da refinaria de Pasadena (EUA), em 2006. Segundo as explicações do Instituto, Lula não fez as declarações publicadas na Folha de S. Paulo "em público ou em privado".

Segundo a reportagem publicada nesta sexta-feira pelo jornal, o ex-presidente teria dito que Dilma deu "um tiro no pé" em sua resposta sobre a compra da refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos, em 2006, um negócio que está sob investigação. Lula, que era presidente na época da aquisição, teria afirmado em conversas reservadas que Dilma teria agido por impulso para tentar afastar o foco das investigações, temendo desgaste neste ano eleitoral. Ainda segundo a reportagem, o ex-presidente considerou que a estratégia foi equivocada porque acabou invertendo a situação e trazendo para o Planalto uma crise que era interna da Petrobras.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias