Eletrobras

Maia irá ao STF contra suspensão da privatização da Eletrobras

Além de Maia, Ministério de Minas e Energia também ingressará com um ação para suspender a medida da justiça pernambucana

Vinícius Sales
Vinícius Sales
Publicado em 12/01/2018 às 16:40
Foto: Agência Brasil
Além de Maia, Ministério de Minas e Energia também ingressará com um ação para suspender a medida da justiça pernambucana - FOTO: Foto: Agência Brasil
Leitura:

Segundo informações do jornalista Valdo Cruz, do G1, o presidente da Câmara dos Deputado, Rodrigo Maia (DEM) afirmou que nesta sexta-feira (12) que irá ingressar no Supremo Tribunal Federal (STF) com uma ação contra a decisão da justiça pernambucana que suspendeu parte da medida provisória que autoriza a privatização da Eletrobras.

Para Maia, a justiça estaria "usurpando" as atribuições do Executivo e Legislativo. Ele complementou dizendo que é favorável a privatização, mas que defende que o projeto seja aprovado via congresso.

MINISTÉRIO

Através de nota à imprensa, o Ministério de Minas e Energia afirmou nesta quinta-feira (11) que irá entrar com ação legal contra a decisão da 6° Vara Federal de Pernambuco. A Justiça local havia concedido uma liminar que suspende parte da Medida Provisória n° 814/2018. A ação retirava a proibição da entrada da Eletrobras no Programa Nacional de Desestatização (PND).

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias