TRAINEE

Saiba como participar dos programas de trainee de grandes empresas e entenda como a seleção de trainees 2021 do Magazine Luiza movimentou o mercado

Pela segunda vez, a empresa decidiu candidatar apenas negros em seu programa de trainee. Isso causou muita controvérsia

Felippe Pessoa
Felippe Pessoa
Publicado em 28/09/2020 às 6:30
Notícia

DIVULGAÇÃO
Visando diversidade, Magazine Luiza abriu vagas apenas para negros em seu programa de trainee 2021 - FOTO: DIVULGAÇÃO
Leitura:

Ao longo da semana passada um assunto prevaleceu nas rodas de conversa entre universitários e recém-formados: o programa de trainee 2021 do Magazine Luiza, exclusivo para negros. A gigante varejista fundada em Franca, interior de São Paulo, tem mais de 60 anos de mercado e está presente em 21 estados brasileiros com mais de 43 mil funcionários. E, pela primeira vez, decidiu contratar apenas negros em seu programa de trainee, o que causou muita controvérsia.

Para muitos, a decisão da empresa é acertada, pois contribui com a diminuição da desigualdade social no país e possibilita a entrada de negros em posições estratégicas, dominadas por brancos. Além disso, a diversidade, tão discutida nos últimos anos, estaria saindo do papel e se tornando realidade. E nada melhor do que uma empresa com tanta visibilidade para dar o pontapé inicial. Para outros, o programa trata-se de racismo reverso, contra brancos. O caso gerou debate, mas a justiça decidiu que o programa é constitucional e a empresa pode seguir apenas com candidatos negros, conforme planejado. No final das contas quem mais lucrou até aqui foram os universitários e recém-formados negros, que terão uma chance de ouro de trabalhar numa empresa de grande porte, além do próprio Magazine Luiza. A polêmica fez as ações da empresa subirem 2,6%, dias após a divulgação do programa.

Todo o debate sobre o assunto foi uma excelente maneira de reascender a chama em relação aos programas de trainee de grandes empresas brasileiras, que andavam bastante mornos nos últimos anos.

Nos anos 2000 o grande sonho da maioria dos universitários de cursos como Administração, Economia e Publicidade, por exemplo, era se tornar trainee de uma grande empresa e desenvolver sua carreira nela. Com o passar dos anos muitas empresas perceberam que o programa era muito custoso e que os resultados gerados não eram tão satisfatórios com pensavam. O resultado foi uma diminuição grande de programas como esses ou uma reestruturação, tornando-os mais baratos e, consequentemente, menos atrativos. Hoje, o foco se voltou para as start-ups, que prometem carreira rápida e muito aprendizado aos jovens profissionais. E aí não em jeito, trabalhar numa delas se tornou o grande sonho de muitos.

Mesmo assim, os programas de trainee continuam existindo, especialmente em grandes empresas multinacionais que abrem as portas para jovens que pretendem fazer carreira no mercado executivo. A premissa do programa é preparar jovens profissionais para cargos de liderança e estratégicos. A duração é de 1 ou 2 anos e os selecionados fazem um job rotation, ou seja, conhecem as diversas áreas da empresa nesse período e se estabelecem naquela que têm mais habilidades e identificação, geralmente num cargo de gestão. Mas conquistar uma dessas vagas não é tarefa fácil. Em empresas como Ambev, por exemplo, a concorrência chega a 3 mil candidatos por vaga.

Se você é universitário ou recém-formado e tem interesse em participar dos programas de trainee, é importante ficar ligado nos alguns pontos que são comuns a maioria deles:

Requisitos

Os programas de trainee se destinam aos universitários em final de curso e aos formados há, no máximo, dois anos; ter um segundo idioma é um requisito importante e a disponibilidade de viagens também.

Características

A maioria das empresas busca profissionais proativos, flexíveis, dinâmicos e que tenham habilidade de trabalhar em equipe, facilidade no relacionamento interpessoal e raciocínio rápido.
Ter algum conhecimento na área de atuação da empresa pode ser um diferencial, mas não é obrigatório.

Etapas

O processo seletivo é longo e dura em torno de 3 meses. São diversas etapas, desde testes online, dinâmicas de grupo, painéis, até entrevistas com os gestores da empresa.

Remuneração

Muitos candidatos estão de olho nas vagas de trainee por um simples motivo: remuneração. Além de carteira assinada e excelentes benefícios como plano de saúde, vale-refeição e alimentação e salário variável, há programas que pagam até R$7 mil. Nada mau para um jovem recém-formado.

Como participar

A partir do mês de julho, as empresas começam as inscrições para o programa de trainee do ano seguinte. Elas anunciam as vagas em suas redes sociais como Instagram e Linkedin. Fique ligado, siga as empresas de seu interesse para não perder o prazo.

Os programas de Trainee são uma excelente oportunidade para iniciar a carreira. Você pode começar com o pé direito e alavancar suas oportunidades no mercado de trabalho. Mesmo que sua opção não seja ficar na empresa por muitos anos, ter essa experiência facilita sua mudança de emprego e te dá um mundo de conhecimentos e oportunidades.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias