Cena Política

Somente o Auxílio Brasil, antigo Bolsa Família, não explica crescimento de Bolsonaro

O PT acreditou que seria muito mais fácil chegar à presidência mantendo Bolsonaro no poder. Talvez esteja arrependido a essa altura.

Igor Maciel
Cadastrado por
Igor Maciel
Publicado em 17/05/2022 às 13:47
WILTON JUNIOR / ESTADÃO
Bolsonaro, em passeio - FOTO: WILTON JUNIOR / ESTADÃO
Leitura:

O presidente Jair Bolsonaro (PL) está crescendo e se aproxima de Lula (PT) em várias regiões do país, nas pesquisas.

Há quem aponte o pagamento do Auxílio Brasil como principal motivo disso. É um erro.

O brasileiro que observou a pandemia e a guerra da Rússia com a Ucrânia como algo que atrapalhou o resultado do atual governo pode acabar melhorando as chances bolsonaristas.

O eleitor desapaixonado, aquele que decide uma eleição apertada como tende a ser essa, costuma votar amparado na percepção do mundo para cada momento.

Não quer dizer que ele vote com “inteligência”.

Ele vota com a impressão do instante, ele julga cada candidato pelo próprio repertório e esse repertório é influenciado pelas dificuldades que compartilha com o candidato.

Postos à mesa, Lula e Bolsonaro terão histórias diferentes para a crise econômica que o país vive.

Lula dirá que é culpa de Bolsonaro.

Bolsonaro dirá que a culpa é de Putin, da Rússia, e da pandemia que assolou o país nos últimos dois anos. Ele até admite que a vida era melhor no governo Lula.

Poderíamos estar melhor se tivéssemos um presidente mais hábil. Sim, poderíamos.

Mas, isso está no campo das ideias. A guerra e a pandemia são muito mais concretas como argumento. Bolsonaro leva vantagem nisso.

O PT acreditou que seria muito mais fácil chegar à presidência mantendo Bolsonaro no poder.

Talvez esteja arrependido a essa altura.

Comentários

Últimas notícias