INFLAÇÃO

Bolsonaro diz que povo vivia melhor no governo Lula: "É lógico que vivia"

Fala do presidente foi direcionada a seus apoiadores, nesta segunda-feira (16)

Rafael Carvalheira
Cadastrado por
Rafael Carvalheira
Publicado em 16/05/2022 às 21:06 | Atualizado em 16/05/2022 às 21:51
EVARISTO SA/AFP
INSATISFEITO Bolsonaro voltou a criticar a estatal petrolífera por seus lucros e sua política de preços - FOTO: EVARISTO SA/AFP
Leitura:

Estadão Conteúdo

O presidente Jair Bolsonaro (PL) reconheceu nesta segunda-feira (16) o impacto da inflação na disputa pelo Palácio do Planalto que trava com o pré-candidato do PT, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Embora sem citar o petista nominalmente, Bolsonaro mostrou acreditar que o eleitor faz comparações entre passado e presente na hora de escolher seu candidato.

"Falaram: 'no tempo dele [Lula], o povo vivia um pouco melhor do que hoje'. É lógico que vivia, concordo! Temos um pós-pandemia, do 'fique em casa', economia a gente vê depois, uma guerra, entre outros problemas", afirmou Bolsonaro"

O presidente continuou: "Uma parte da população não sabe ver diferença. Olha na ponta da linha como está o preço na gôndola do supermercado e vota de acordo com o que está vendo, achando que vai voltar o diesel a R$ 3, a lata de óleo a R$ 5", declarou o presidente, pré-candidato à reeleição.

Bolsonaro, no entanto, voltou a jogar a culpa da inflação na crise trazida pela pandemia da covid-19 e nas medidas de contenção do coronavírus.

 


Comentários

Últimas notícias