Cena Política

Qual a esperança do PSB na campanha de Danilo Cabral? Os números das pesquisas

Frente Popular acredita que candidato vai crescer muito com Lula. Mas, o ex-presidente parece ver Danilo como alguém que "não deveria estar ali".

Igor Maciel
Cadastrado por
Igor Maciel
Publicado em 13/06/2022 às 17:31
Divulgação
Danilo Cabral (PSB) e Marilia Arraes (SD), pré-candidatos ao Governo, disputam eleitores de Lula em PE - FOTO: Divulgação
Leitura:

O PSB está esperançoso e a leitura de aliados na Frente Popular é que ainda tem muita coisa para acontecer na campanha de Pernambuco.

A avaliação, de uma voz bastante sensata dentro do grupo, é que as pesquisas espontâneas mostram um eleitor pernambucano que ainda não escolheu seus candidatos.

“Quando você pega uma pesquisa nacional, espontânea, percebe que 70% dos eleitores apontam algum nome. Nas pesquisas locais esse percentual é muito mais baixo, fica em cerca de 20%. Isso mostra que o eleitor de Pernambuco ainda nem sabe quem está disputando a eleição e que ainda vai conhecer os candidatos para decidir. É aí que Danilo vai crescer”, garante.

Na opinião dessa fonte, Danilo Cabral (PSB) deverá fazer agendas com Lula (PT) assim que for possível e as pessoas vão começar a identificá-lo melhor como o candidato apoiado pelo ex-presidente e que é “do time” de Eduardo Campos.

“Depois que essa identificação de fato acontecer, se ele não crescer, aí será motivo de preocupação, mas está muito cedo”, confirma uma outra fonte, esta do próprio PSB.

Pesquisa

A coluna teve acesso a uma pesquisa que mostra possibilidade muito grande de votos para o “candidato de Lula”. A expectativa é que, assim que a aliança entre PSB e PT for resolvida no Rio Grande do Sul e em São Paulo, regiões nas quais ainda há conflito de interesses, Lula abraçará Danilo.

É a esperança, ao menos.

Dependente

A dependência de Lula neste momento, deve ser o maior risco que o PSB já enfrentou numa campanha. É arriscado porque os socialistas estão lidando com alguém muito pragmático e que considerava ter sido traído pelo PSB no impeachment, quando o próprio Danilo votou contra Dilma, apesar dos apelos do próprio Lula.

Hoje, o PSB só sobrevive se o petista quiser que o PSB sobreviva. Dá pra confiar?

Danilo é "técnico"

Mesmo que não haja vingança, Lula é pragmático.

Se Marília pede votos para ele e parte da esquerda a seguiu, por que brigar? Ter dois palanques é melhor do que um só.

Sem falar que o ex-presidente tem uma visão tradicional e considera que grupos políticos precisam de grandes balizadores como sustentação.

Marília carrega o sobrenome de um balizador, que é Arraes.

Já Danilo, no entendimento de Lula, é “só” um indicado, um tipo técnico, que nem deveria enfrentar as urnas numa majoritária.

Lembrando Paulo Câmara

É uma opinião parecida com a que o próprio Lula já direcionou para Paulo Câmara (PSB). Lula dizia que Paulo era aquilo em que ele não acreditava: um técnico fazendo política. A opinião foi uma crítica ao governador de Pernambuco. Claro, foi antes de se aproximarem. Hoje, Paulo é considerado um aliado importante. Mas, quando pensa nele para o futuro, Lula aponta que pode indicá-lo a um ministério: um cargo técnico.

Veja o trecho:


Comentários

Últimas notícias