Cláudio Humberto

Lucro da Petrobras é de fazer inveja às maiores empresas mundiais de petróleo

A Petrobras não figura na lista das maiores empresas de petróleo do mundo. Está a anos luz das estatais chinesas e da Arábia Saudita

Cláudio Humberto
Cadastrado por
Cláudio Humberto
Publicado em 09/05/2022 às 7:25 | Atualizado em 09/05/2022 às 7:28
FLÁVIO EMANUEL/AGÊNICA PETROBRAS
Petrobras teve lucro de R$ 44,5 bilhões apenas no primeiro trimestre de 2022 - FOTO: FLÁVIO EMANUEL/AGÊNICA PETROBRAS
Leitura:

O lucro de R$ 44,5 bilhões da Petrobras apenas no primeiro trimestre de 2022 é de fazer inveja às
maiores empresas mundiais de petróleo, como PetroChina, Saudi Aramco e British Petroleum. A BP, a
sexta maior do mundo, lucrou quase R$ 14 bilhões a menos que a estatal brasileira este ano. O resultado da BP é o melhor em quase uma década, mas é menor que o da Petrobras no último semestre de 2021, por exemplo. A Petrobras não figura na lista das maiores empresas de petróleo do mundo. Está a anos luz das estatais chinesas e da Arábia Saudita. A Saudi Aramco, a maior do mundo, lucrou US$110 bilhões em 2021. A Shell, com o triplo do tamanho da Petrobras, lucrou US$ 33,4 bilhões. A estatal PetroChina lucrou US$ 27,5 bilhões, em 2021, e faturou US$ 440 bilhões. A Petrobras lucrou US$21,2 bilhões e faturou US$ 83,9 bilhões. A Petrobras aumentou o lucro em 2022 em 3000% em relação a 2021, tem o monopólio do petróleo, e determina sozinha os preços. Mas é o "mercado internacional" que explica o prejuízo do cidadão na bomba.

 

Concorrência

Enquanto o preço médio do botijão de gás no Brasil gira em torno de R$ 120, nos EUA, onde vigora o livre mercado, o preço é de US$ 17,92, algo em torno de R$ 90,85 na cotação atual ou 25% mais barato.

Bolsonaro virou nas faixas de 25 a 59 anos em SP

O presidente Jair Bolsonaro conseguiu virar o quadro geral e passar a liderar nas intenções de voto no estado de São Paulo graças ao mesmo fenômeno observado no cenário nacional: a disparada da preferência pela reeleição do candidato do PL entre eleitores de 25 a 59 anos. Nos últimos levantamentos realizados no estado pelo Paraná Pesquisas, em abril, Bolsonaro ganhou 7 pontos, em média, em relação ao desempenho ex-corrupto Lula (PT) nessa faixa etária, a mais populosa da população. Eleitores de 25 a 59 anos são mais de 22 milhões dos 33,5 milhões de votos do estado de São Paulo, o maior colégio eleitoral do País. Eleitores de 25 a 59 anos são mais de 22 milhões dos 33,5 milhões de votos do estado de São Paulo, o maior colégio eleitoral do País. O petista lidera, por pouco, entre eleitores acima de 60 anos, mas, somados aos jovens, representam cerca de 10,7 milhões de eleitores. O Paraná Pesquisas ouviu 1.820 eleitores em 78 municípios entre 27 e 31 de março e 24 e 29 de abril: BR-002214/2022 e BR-07854/2022.

Plateia

Durigan frisou ao TSE que não seria feita "mudança significativa no produto - no Brasil - até o fim do
período eleitoral". Opositores do governo aplaudiram. Semanas depois, após reunião com Bolsonaro, o
Whatsapp mudou e disse que a decisão foi "exclusiva" da empresa.

Poder

Mesmo após a larga demonstração de apoio a Simone Tebet (MS) da executiva nacional do MDB, esta semana, incomoda (e muito) os aliados a performance pífia nas pesquisas da pré-candidata à Presidência.

Socialismo

O PCO denunciou que "a economista de Guilherme Boulos (Psol)", Laura Carvalho, vai trabalhar na ONG Open Society, do 'bilionário socialista' George Soros, com orçamento de mais de US$ 1,2 bilhão por ano.

WhatsApp

Áudio do executivo do Whatsapp no Brasil, Dario Durigan, na assinatura do termo de compromisso com a
Justiça Eleitoral para supostamente "combater fake news" revela que foi a própria empresa que gerou as
notícias falsas em torno da criação das "comunidades", grupos grandes.

Coqueluche

O PP bateu martelo e sua candidata ao Senado no Rio Grande do Sul será Nádia Silveira Gerhard, oficial da Brigada Militar e vereadora em Porto Alegre e, como se dizia antigamente nova coqueluche do partido.

 

Frase

"Telemedicina é uma das pautas prioritárias". Marcelo Queiroga (Saúde) sobra o uso da tecnologia para
ampliar o acesso à Saúde

Comentários

Últimas notícias