IBGE

Prévia da inflação desacelera em janeiro no Grande Recife

Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15, desacelerou em janeiro deste ano no Grande Recife, segundo o IBGE

Augusto Tenório
Augusto Tenório
Publicado em 26/01/2022 às 11:41
FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
PANDEMIA Maior circulação de vírus respiratórios preocupa especialistas, que pedem atenção aos cuidados - FOTO: FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
Leitura:

A prévia da inflação, como é conhecido o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15, desacelerou em janeiro deste ano no Grande Recife, segundo o IBGE. A alta do IPCA-15 neste mês foi de 0,72% enquanto, em dezembro de 2021, marcou 0,85%.

Apesar da desaceleração, o número da Região Metropolitana do Recife representa o quarto maior índice entre as 11 localidades pesquisadas. Ele está empatado com Belo Horizonte e abaixo apenas de Salvador (1,08%) e Belém (0,82%).

IBGE
Tabela do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15 do Grande Recife em comparação ao o Brasil - IBGE

O número também está um pouco acima da prévia nacional, de 0,58%. No acumulado dos últimos 12 meses, o Grande Recife também fica acima da média Brasileira. Cá, marca-se uma alta de 10,34%, enquanto no Brasil observa-se 10,20%.

"O IPCA-15 mede as variações de preço em nove grupos de produtos e serviços cujos preços foram coletados entre 14 de dezembro e 13 de janeiro. Todos tiveram alta, exceto Transportes, cuja queda foi de 0,24%, influenciada pela redução de 1,31% no preço dos combustíveis em geral e pela retração de 2,10% nas passagens aéreas. Esse foi o setor com maior alta acumulada em 2021", informa o IBGE.

Comentários

Últimas notícias