Segurança pública

Justiça de Pernambuco coloca PM que causou três mortes em bar em prisão domiciliar

José Dinamérico Barbosa da Silva Filho se envolveu em um tiroteio, em setembro de 2020, com o policial penal Ricardo de Queiroz Costa, em um bar, em Boa Viagem

Jamildo Melo
Cadastrado por
Jamildo Melo
Publicado em 18/05/2022 às 13:30 | Atualizado em 18/05/2022 às 16:35
REPRODUÇÃO/TV JORNAL
José Dinamérico foi indiciado por triplo homicídio e duas tentativas de homicídio - FOTO: REPRODUÇÃO/TV JORNAL
Leitura:

Em decisão datada do dia 13 de maio, a Justiça do Estado determinou que fosse posto em prisão domiciliar o tenente coronel da PM que se envolveu em um tiroteio em um bar em Boa Viagem, com a morte de três pessoas, no ano de 2020, no Recife.

José Dinamérico Barbosa da Silva Filho se envolveu em um tiroteio, em setembro de 2020, com o policial penal Ricardo de Queiroz Costa, em um bar, em Boa Viagem. Três pessoas morreram e quatro ficaram feridas.

Em agosto de 2021, o major passou para a reserva remunerada, aposentou-se, sendo automaticamente promovido a tenente coronel.

Dinamérico Barbosa da Silva Filho estava no Creed, onde ficou preso desde o ano retrasado.

A decisão foi cumprida no dia 16 de maio, com a adoção da monitoração eletrônica.

A decisão foi assinada pelo magistrado Evanildo Coelho Araujo Filho, da 1ª Vara do Tribunal do Juri da Capital do Estado de Pernambuco.

 

Comentários

Últimas notícias