UNIDADE PARTIDÁRIA

Ao som de Marília Mendonça, PSB-PE começa a expulsar filiados 'infiéis'; saiba quem

A coluna recebeu nesta terça-feira (21) uma lista de notificações do PSB para expulsar seus filiados 'infiéis' em Pernambuco

Augusto Tenório
Cadastrado por
Augusto Tenório
Publicado em 21/06/2022 às 15:33 | Atualizado em 21/06/2022 às 16:05
Divulgação
Danilo Cabral (PSB), pré-candidato ao Governo, e Paulo Câmara (PSB), governador de Pernambuco - FOTO: Divulgação
Leitura:

A coluna recebeu nesta terça-feira (21) uma lista de notificações do PSB para expulsar seus filiados que apoiam outras pré-candidaturas em Pernambuco. Um aliado socialista chegou a brincar, chamando os colegas de "turma infiel", fazendo referência ao hit de Marília Mendonça.

Conforme a coluna adiantou, o PSB aprovou uma resolução para expulsar qualquer filiado que declare apoio a outra candidatura que não seja a de Danilo Cabral (PSB) e Teresa Leitão (PT), que concorrem ao Governo de Pernambuco e ao Senado pela Frente Popular.

Até o momento, o PSB já deu início ao processo de expulsão de seis filiados. São eles: 

  • Alexandre Albuquerque de Barros Carvalho, vereador de Goiana
  • Juarez Rodrigues Fernandes, prefeito de Machados
  • Wevertron Barros de Siqueira, vereador de Arcoverde
  • Célia Almeida Galindo, vereadora de Arcoverde
  • José Antônio Martins da Silva, prefeito de João Alfredo
  • José Texeira Neto, filiado de Paranatama

Todos esses nomes foram notificados pela executiva estadual do PSB. Eles possuem um prazo de cinco dias para apresentar recurso contra a decisão. Todos os pedidos de expulsão foram assinados por Sileno Guedes, presidente estadual do partido.

DIVULGAÇÃO/PSB
Sileno Guedes, presidente do PSB em Pernambuco - DIVULGAÇÃO/PSB

Em tempo, a decisão de expulsar filiados 'infiéis' foi anunciada na última sexta-feira (17) pelo dirigente estadual. A regra visa preservar a unidade da Frente Popular de Pernambuco ao redor dos nomes escolhidos pelo grupo para disputar as eleições majoritárias de outubro deste ano.

"No PSB, todas as decisões são construídas com amplo diálogo. (...) É um projeto sólido, construído sob um princípio fundamental que Arraes e Eduardo nos ensinaram, que é a lealdade. Quem quer seguir uma aventura que não propõe nada de concreto para Pernambuco deve procurar outro partido para militar", declarou Sileno.

Comentários

Últimas notícias