Lei Rouanet

Antes crítico da lei, cantor Eduardo Costa fará DVD com R$ 1 milhão da lei Rouanet

DVD será gravado até dezembro; No total, Eduardo Costa está autorizado a usar R$ 996,5 mil por meio da Lei Rouanet, segundo o Ministério da Cultura

Imagem do autor
Cadastrado por

Gabriel dos Santos

Publicado em 26/10/2023 às 8:08 | Atualizado em 26/10/2023 às 8:14
Notícia
X

O cantor sertanejo Eduardo Costa foi autorizado a usar R$ 996,5 mil por meio da Lei Rouanet para gravação de um DVD. Chama atenção o fato do artista, que apoiou Jair Bolsonaro à Presidência da República, ter declarado, no passado, que era contra a lei.

De acordo com o portal UOL, Eduardo Costa poderá usar os recursos até o próximo mês de dezembro. As informações estão no site oficial do Ministério da Cultura.

Em 2018, Eduardo Costa fez uma publicação nas redes sociais ofendendo a lei e a então apresentadora do programa Amor & Sexo da TV Globo, Fernanda Lima.

"Mais de 60 milhões de brasileiros e brasileiras votaram no Bolsonaro e agora essa imbecil com esse discurso de esquerdista! Ela pode ter certeza de uma coisa, a mamata vai acabar, a corda sempre arrebenta para o lado mais fraco e o lado mais fraco hoje é o que ela está", disse Eduardo Costa.

Processado pela apresentadora, Costa foi condenado pela Justiça do Rio de Janeiro a pagar uma indenização de R$ 70 mil à Lima.

DVD de Eduardo Costa com a Lei Rouanet

O DVD vai se chamar "Eduardo Costa - O instrumentista e as modas de violas de Minas". A empresa que captou os recursos foi a Churrasco, Cerveja e Viola - C.C.V. Eventos LTDA, de propriedade de Leandro Restino de Souza Porto.

Eduardo Costa não se manifestou sobre o assunto.

Tags

Autor