jaboatão

Identificação do motorista do micro-ônibus que atropelou procissão é prioridade, diz SDS

Cinco pessoas morreram e outras 27 ficaram feridas no acidente, ocorrido na Ladeira do Adelaide, no fim da tarde de ontem (31). Motorista deixou o local após o acidente.

Imagem do autor
Cadastrado por

Rodrigo Fernandes

Publicado em 01/04/2024 às 7:27 | Atualizado em 01/04/2024 às 8:34
Notícia
X

A Secretaria de Defesa Social de Pernambuco (SDS) afirmou que trata como prioridade a identificação do motorista que atropelou fiéis que acompanhavam uma procissão no bairro de Marcos Freire, em Jaboatão dos Guararapes, no fim da tarde do último domingo de Páscoa (31).

De acordo com a Polícia Civil de Pernambuco, a localização do condutor é prioridade para a corporação. Ele deixou o local do acidente logo após o atropelamento e até o início da manhã desta segunda-feira (1º) não havia se apresentado à polícia.

A prefeitura de Jaboatão dos Guararapes informou que o homem já foi identificado. A ocorrência está sob responsabilidade da Delegacia de Plantão de Prazeres.

[Atualização às 8h30: a Polícia Civil de Pernambuco faz a oitiva do homem na manhã desta segunda-feira]

Ontem, a secretaria deslocou oito viaturas do Corpo de Bombeiros ao local, sendo quatro ambulâncias e três viaturas de comando operacional. Também seguiram para o local equipes das Polícias Militar, Civil e Científica.

Ao todo, cinco pessoas morreram no acidente e outras 27 ficaram feridas e foram levadas para unidades de saúde da Região Metropolitana.

Ainda segundo a SDS, o micro-ônibus integra o transporte complementar da Prefeitura de Jaboatão dos Guararapes, que concede a permissão.

O coletivo fazia a linha Marcos Freire/Barra de Jangada e perdeu o controle na descida da ladeira após desviar de veículos que estavam estacionados na via. Uma perícia no veículo está marcada para as 10h desta segunda-feira.

Veja o momento em que ônibus atinge fiéis

Cinco mortos

O acidente aconteceu durante a caminhada Cristo Vive, organizada pela Igreja Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. A procissão foi atingida quando passava pela Avenida Avenida Barreto de Menezes, no trecho conhecido como "Ladeira do Adelaide".

Entre os cinco mortos, estão um idoso de 75 anos, um homem de 51 anos e três mulheres, com idades entre 51 e 66 anos. Todos eles morreram durante os atendimentos dos socorristas, exceto uma das mulheres, que faleceu no hospital.

Prefeitura e Igreja Católica lamentaram

O prefeito de Jaboatão, Mano Medeiros (PL), declarou estar "profundamente abalado com a ocorrência" e determinou que as equipes de assistência e da saúde fizessem uma varredura para identificar os feridos e os familiares das vítimas e "prestassem todo o apoio necessário a essas pessoas".

A governadora Raquel Lyra (PSDB) usou as redes sociais para lamentar o episódio. "Meus sentimentos aos fieis e familiares vítimas do atropelamento ocorrido hoje durante procissão em Jaboatão, que vitimou pelo menos quatro pessoas. Triste em saber da notícia neste domingo de Páscoa".

A Arquidiocese de Olinda e Recife também lamentou. "Toda a Arquidiocese se solidariza com o Padre Paulo, pároco desta parcela do Povo de Deus, bem como toda a comunidade enlutada neste momento de dor. Requeremos das Autoridades Públicas que a situação seja averiguada, com todos os envolvidos no acidente devidamente responsabilizados".

O arcebispo Dom Paulo Jackson informou que visitará a paróquia na manhã desta segunda-feira (1º), e que e celebrará as exéquias em horário ainda a ser divulgado.

Tags

Autor