INTEGRAÇÃO TEMPORAL

TI Xambá é o 9º terminal do Grande Recife a aderir à integração temporal

Uso da tecnologia, que ajuda no planejamento da operação porque identifica a origem e o destino do passageiro, passa a valer a partir do sábado (5/9)

Roberta Soares
Roberta Soares
Publicado em 31/08/2020 às 19:51
Notícia
SÉRGIO BERNARDO/ACERVO JC IMAGEM
A integração temporal permite a troca de transporte por um período determinado e pagando uma única passagem. Pode ser usada tanto nas integrações ônibus com ônibus como metrô com metrô - FOTO: SÉRGIO BERNARDO/ACERVO JC IMAGEM
Leitura:

Mais um terminal integrado da RMR passará a operar com integração temporal - quando o passageiro tem um período de duas horas para mudar de ônibus sem pagar uma nova tarifa. A partir do próximo sábado (5/9), o TI Xambá, em Olinda, tem a mudança na operação. Além dele, outros oito terminais já adotaram a integração por tempo: Cavaleiro, Largo da Paz, Recife, Santa Luzia, Getúlio Vargas, Prazeres, Cosme Damião e TIP.

Com a mudança, os usuários irão embarcar em uma das 18 linhas do terminal exclusivamente pela porta dianteira do coletivo e passar o cartão VEM no validador. O mesmo vale para o passageiro que desembarcar no terminal e desejar embarcar em qualquer outra linha do TI. Como explica o Grande Recife Consórcio de Transportes Metropolitano (CTM), a integração temporal auxilia no planejamento da operação ao identificar a origem e o destino dos usuários.

 

JAILON JR/JC IMAGEM
Mudança começa a partir do próximo sábado (5/9). A ampliação da integração temporal virou meta do governo do Estado - JAILON JR/JC IMAGEM

A tecnologia também permite que o passageiro utilize os dois modais (ônibus x ônibus ou ônibus x metrô) pagando apenas uma passagem, por sentido da viagem, no intervalo de duas horas. É importante lembrar que a integração temporal só é possível com o cartão do Vale Eletrônico Metropolitano (VEM).

OUTROS TERMINAIS
A ampliação da integração temporal virou meta do governo do Estado, gestor do sistema de transporte da RMR. É uma forma de combater a evasão de receita nos TIs porque o controle se dá na entrada do coletivo e, não mais, no acesso às unidades. O terminal pode ficar aberto, por exemplo. A previsão é de que nos próximos meses os TIs de Afogados, Igarassu e Abreu e Lima também passem a ter a integração temporal.

Comentários

Últimas notícias