TRANSPORTE PÚBLICO

Com suspensão da greve dos rodoviários do Grande Recife, passageiros enfrentaram menos transtornos na volta para casa

A normalidade ainda não foi restabelecida por completo, mas 1.263 veículos, 52% da frota, tinham voltado às ruas por volta das 17h

Rute Arruda
Cadastrado por
Rute Arruda
Publicado em 23/12/2020 às 19:19 | Atualizado em 23/12/2020 às 21:54
TIÃO SIQUEIRA/JC IMAGEM
Reunião sobre o transporte público acontecerá na terça-feira (26) - FOTO: TIÃO SIQUEIRA/JC IMAGEM
Leitura:

Com a suspensão da greve dos rodoviários do Grande Recife, passageiros enfrentaram menos transtornos na volta para casa, nesta quarta-feira (23). A normalidade ainda não foi restabelecida por completo, mas 1.263 veículos, 52% da frota, tinham voltado às ruas por volta das 17h. A reportagem da TV Jornal percorreu alguns dos principais corredores de ônibus da capital e encontrou certa tranquilidade em locais como a Avenida Cruz Cabugá, com algumas exceções. No Terminal Integrado Joana Bezerra, no entanto, o cenário era de ônibus cheios e filas.

>> Greve de motoristas e cobradores de ônibus é suspensa na Região Metropolitana do Recife

Na Conde da Boa Vista, que liga o bairro do Derby ao Centro do Recife, a maior parte das paradas abrigava poucos passageiros, exceto as localizadas em pontos estratégicos, como a que fica em frente ao Shopping Boa Vista. Já na Avenida Cruz Cabugá, não havia congestionamento e os ônibus passavam com frequência.

No TI Joana Bezerra, os passageiros relataram que tinham notado o aumento da frota, com os ônibus passando em maior frequência, mas a quantidade ainda não era suficiente.

O estudante Gustavo Ventura relatou que, durante a paralisação, chegou a esperar o transporte por cerca de uma hora. "Na terça-feira, eu larguei às 17h e esperei o ônibus aqui na Avenida Conde da Boa Vista por cerca de uma hora e cheguei em casa por volta das 19h. Hoje, eu espero que seja mais tranquilo", disse. 

ALEX OLIVEIRA/JC IMAGEM
Os passageiros relataram que, apesar da suspensão da greve, os ônibus ainda estavam lotados - ALEX OLIVEIRA/JC IMAGEM
ALEX OLIVEIRA/JC IMAGEM
No Terminal Integrado de Joana Bezerra o movimento era grande, apesar de os ônibus circularem com mais frequência - ALEX OLIVEIRA/JC IMAGEM
TIÃO SIQUEIRA/JC IMAGEM
Os ônibus circulavam com frequência após a suspensão da greve - TIÃO SIQUEIRA/JC IMAGEM
TIÃO SIQUEIRA/JC IMAGEM
A Avenida Conde da Boa Vista estava tranquila nesta quarta-feira (23) - TIÃO SIQUEIRA/JC IMAGEM

Suspensão da greve dos rodoviários

A suspensão da greve dos rodoviários foi decretada no início da tarde desta quarta-feira (23) por uma decisão do sindicato que representa a categoria. Segundo a entidade, a suspensão é válida até, pelo menos, a próxima segunda-feira (28), quando será julgado o dissídio da categoria.

"Avaliamos que o momento era de suspender o movimento, já que não houve qualquer avanço na audiência de conciliação. Mais uma vez o governo do Estado se omitiu e reforçou o que já vínhamos dizendo, que cometeu um estelionato eleitoral com a categoria. Fizeram um acordo diante da Justiça do Trabalho e o descumpriram totalmente, sem qualquer constrangimento", declarou o presidente do Sindicato dos Rodoviários, Aldo Lima.

Nesta quarta, houve uma audiência de conciliação entre rodoviários, empresários de ônibus e representantes do governo de Pernambuco, que fracassou. O julgamento do dissídio de greve foi agendado pelo Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região (TRT-6).

Comentários

Últimas notícias