COLUNA MOBILIDADE

Tirar fino de ciclista agora rende multa mais alta - Entendendo as mudanças do Código de Trânsito Brasileiro

Confira o que mudou no CTB desde o dia 12/4/2021. Coluna Mobilidade detalha as principais alterações

Roberta Soares
Roberta Soares
Publicado em 22/04/2021 às 7:18
Notícia
SÉRGIO BERNARDO/JC IMAGEM
Esse tipo de infração, entretanto, é de difícil visualização. Dependerá da percepção e agilidade do agente de trânsito que fizer o flagrante - FOTO: SÉRGIO BERNARDO/JC IMAGEM
Leitura:

O motorista que não respeitar os ciclistas está sujeito a multas mais caras no trânsito desde que as mudanças do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) entraram em vigor, no dia 12/4/2021. A partir de agora, quem deixar de reduzir a velocidade de forma segura ao ultrapassar um ciclista, estará cometendo infração gravíssima e pagará uma multa de R$ 293,47, além de receber sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Antes da alteração, a infração era considerada grave, com multa de R$ 195,23 e cinco pontos na habilitação.

Confira a série de reportagens POR UM NOVO TRANSITAR

Confira o especial multimídia NOVA ROTAÇÃO

Esse tipo de infração, entretanto, é de difícil visualização. Dependerá da percepção e agilidade do agente de trânsito que fizer o flagrante. Mas, mesmo assim, só o fato de a legislação ter sido endurecida, ela já proporciona mais segurança para quem pedala nas ruas e avenidas brasileiras.

Novo prazo para indicação do condutor infrator - Entendendo as mudanças do Código de Trânsito Brasileiro

O agravamento da punição para quem “tira fino de ciclistas” soma-se a outra regra que tem o mesmo objetivo, mas ainda é pouco conhecida dos motoristas: a distância de um metro e meio que deve ser preservada entre o veículo e o ciclista nas ultrapassagens ou circulação contínua, por exemplo. Esse ponto não sofreu alteração com a modificação do CTB e segue sendo uma infração média, com multa de R$ 130,16, e quatro pontos na CNH.

Comentários

Últimas notícias