SÉRIE JC NAS ESTRADAS

Projeto de restauração, infelizmente, não prevê ciclovia na Estrada da Muribeca, no Grande Recife

Apesar do impressionante volume de ciclistas em risco na PE-17, não será agora que a rodovia ganhará uma ciclovia. Estado alega que seria necessário implantar uma faixa a mais, o que iria majorar o custo do projeto

Roberta Soares
Roberta Soares
Publicado em 30/04/2021 às 7:00
Notícia
FELIPE RIBEIRO/JCIMAGEM
A Coluna Mobilidade está percorrendo alguns dos principais eixos rodoviários da Região Metropolitana do Recife na série de reportagens JC nas Estradas - FOTO: FELIPE RIBEIRO/JCIMAGEM
Leitura:

A Coluna Mobilidade está percorrendo alguns dos principais eixos rodoviários da Região Metropolitana do Recife na série de reportagens JC nas Estradas. A proposta é mostrar os gargalos viários, o impacto da transformação de muitas dessas estradas em avenidas urbanas para a população, e dentro do possível, fazer sugestões que possam melhorar a infraestrutura.

Confira o especial multimídia DESCAMINHOS

Confira a série de reportagens JC NAS ESTRADAS

Insegurança viária por toda parte na Estrada da Muribeca, no Grande Recife

Problemas da Estrada da Muribeca, no Grande Recife, começam ainda na BR-101

Governo de Pernambuco promete uma Estrada da Muribeca mais resistente e organizada

Para validar as visitas, conta com a parceria de engenheiros do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea-PE). Na Estrada da Muribeca, a participação foi do vice-presidente do Crea-PE, Stênio Cuentro, e do consultor em pavimentação e professor do Instituto Federal da Paraíba (IFPB), Sidiclei Magalhães.

Eu uso praticamente todos os dias a bicicleta para ir e voltar do trabalho. Pedalo com medo, claro. Mas preciso porque a passagem de ônibus é muito cara. É fundamental criar mais espaço para o ciclista. Uma ciclovia na Estrada da Muribeca seria uma maravilha. Ajudaria muita gente”,
Adriano Silva, que sai de Jardim Piedade para a Muribeca, onde tem uma equipadora

FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
Estradas da região metropolitana no Recife apresentam diversos problemas com falta de manutenção. (ESTRADA DA MURIBECA) - FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM

CICLISTAS SEGUEM À MARGEM

Apesar de os ciclistas serem um fenômeno à parte na PE-17, mais conhecida como Estrada da Muribeca, eixo rodoviário fundamental para Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife, não será dessa vez que eles ganharão uma infraestrutura que lhes dê segurança. O projeto de restauração da rodovia, orçado em R$ 33 milhões e com obras previstas para o segundo semestre de 2021, não prevê a implantação de uma ciclovia na via.

ARTES JC
Localização da Estrada da Muribeca - ARTES JC

A notícia preocupa porque o volume de pessoas que pedalam pela rodovia impressiona e assusta, exatamente por evidenciar ainda mais a insegurança viária dominante no eixo. A confusão com caminhões e automóveis como protagonistas deixa os pedestres e ciclistas ainda mais expostos. Mas mesmo assim as pessoas se expõem. “Eu uso praticamente todos os dias a bicicleta para ir e voltar do trabalho. Pedalo com medo, claro. Mas preciso porque a passagem de ônibus é muito cara. É fundamental criar mais espaço para o ciclista. Uma ciclovia na Estrada da Muribeca seria uma maravilha. Ajudaria muita gente”, destaca Adriano Silva, que sai de Jardim Piedade para a Muribeca, onde tem uma equipadora.

FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
Com a lei, o infrator terá de pagar pelo tratamento das vítimas do acidente por ele provocado. O culpado deverá ressarcir ao Sistema Único de Saúde (SUS) o valor com o tratamento das vítimas - FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
Estradas da região metropolitana no Recife apresentam diversos problemas com falta de manutenção. (ESTRADA DA MURIBECA) - FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
A notícia preocupa porque o volume de pessoas que pedalam pela rodovia impressiona e assusta, exatamente por evidenciar ainda mais a insegurança viária dominante no eixo - FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM

A ciclovia não sairá agora. Segundo a secretária de Infraestrutura de Pernambuco, Fernandha Batista, o projeto sofreria uma grande majoração porque seria necessário implantar uma faixa a mais na rodovia. “Está nos nossos planos, sim, a ciclovia, mas terá que ser em outro momento, em outro projeto. A PE-17 não tem largura suficiente e ampliaria o valor da obra em R$ 20 milhões. Passaria de R$ R$ 33 milhões para R$ 52 milhões”, explica a secretária.

Comentários

Últimas notícias