COLUNA MOBILIDADE

Conheça propostas para o metrô dos sonhos no Recife

Ideias foram formuladas pela CBTU no Recife e nunca tiveram sequer um estudo mais aprofundado. Mas representam o metrô dos sonhos

Roberta Soares
Roberta Soares
Publicado em 07/06/2021 às 7:30
Notícia
FILIPE JORDÃO/JC IMAGEM
Seria metrô ou VLT para todo o lado. Mas, na prática, nada disso se viabilizou - FOTO: FILIPE JORDÃO/JC IMAGEM
Leitura:

Imagine sair de Boa Viagem, na Zona Sul do Recife, de metrô até a Praça do Carmo, em Olinda, na Região Metropolitana? O percurso inimaginável hoje faz parte de uma das dez possibilidades de expansão do metrô do Recife, a partir de estudos internos e preliminares - é importante destacar - da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU). Também entre as possibilidades estava uma linha entre Cajueiro Seco e a Cidade Universitária. Ao todo, 12 linhas passariam a atender o Recife e cidades metropolitanas. Seria metrô ou VLT para todo o lado. Ideias para criar o metrô dos sonhos no Recife. Mas, na prática, nada disso se viabilizou.

Confira a série de reportagens Metrôs - Uma conta que não fecha


Confira o especial multimídia Um metrô ainda renegado

DIEGO NIGRO/ACERVO JC IMAGEM
Há uma rede hipotética guardada nas gavetas da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) no Recife, que duplicaria a malha sobre trilhos na RMR - DIEGO NIGRO/ACERVO JC IMAGEM

Aos 39 anos, o Metrô do Recife segue dispondo das mesmas duas linhas de muitos anos: Centro e Sul. A expansão, no entanto, não aconteceu por falta de estudos. Os projetistas do modal mais importante da Região Metropolitana do Recife sonharam alto e colocaram as ideias no papel, apresentadas aqui pela Coluna Mobilidade só para estimular o sonho.

ESTAGNAÇÃO HISTÓRICA

As duas linhas existentes estão inseridas no Sistema Estrutural Integrado (SEI), mas não conseguem resolver problemas de mobilidade. A proposta era que a Linha Centro fosse suficiente para estimular o crescimento da área Oeste da cidade com a implantação do Terminal Rodoviário e de um centro administrativo, que também não saiu do papel. O metrô voltou a ter uma nova chance com os projetos para a Copa de 2014, mas o modelo ferroviário perdeu para os corredores de BRT e o metrô acabou sendo contemplado com a Estação Cosme e Damião, que foi fundamental para o modal ajudar no transporte em massa dos torcedores que foram assistir aos jogos na Arena Pernambuco.

ARTES JC
Novas rotas para o metrô web 1 - ARTES JC

ARTES JC
Novas rotas para o metrô web 2 - ARTES JC

ARTES JC
Novas rotas para o metrô web 3 - ARTES JC

A chegada da Linha Sul deu um novo fôlego para o sistema a partir de 2009 e atraiu uma parcela da população que não usava metrô. A integração do carro com o metrô chegou a ocorrer de forma improvisada, com as pessoas deixando os veículos nas ruas laterais das estações Aeroporto e Tancredo Neves, mas parte desse público desistiu do modal por medo da violência.

FILIPE JORDÃO/JC IMAGEM
Sistema da RMR é gerido pela CBTU e, junto com o Metrô de Belo Horizonte, é um dos que mais tem chances de atrair investidores privados - FILIPE JORDÃO/JC IMAGEM

 

Comentários

Últimas notícias