OPINIÃO

Novo projeto do governo federal promete eliminar burocracias e facilitar abertura de empresas

Com o Balcão Único o governo promete que tudo será feito no mesmo lugar, com preenchimento de um formulário eletrônico único, que vai estar disponível na internet

JC
JC
Publicado em 21/01/2021 às 9:53
Artigo
PIXABAY
O secretário de Desburocratização, Caio de Andrade, andou prometendo que a abertura de uma empresa se dará no menor espaço de tempo possível - FOTO: PIXABAY
Leitura:

É do padre Antonio Vieira (1608–1697) a famosa frase que nos leva a pensar na importância de sermos úteis. De termos contribuído com algum projeto, com alguma iniciativa que tenha significativo papel de destaque na sociedade. Dizia o jesuíta português: “Nós somos o que fazemos. O que não se faz não existe. Portanto, só existimos nos dias em que fazemos. Nos dias em que não fazemos apenas duramos”.

Eu puxei pela memória de Vieira para lembrar como inúteis são os governos em geral e alguns deles em particular. O leitor vai se recordar que na gestão do presidente José Sarney (MDB) ele nomeou o economista Hélio Beltrão (1916—1997) como ministro da Desburocratização, com o objetivo de reduzir a quantidade de papeis e carimbos que entravam a vida dos empreendedores brasileiros.

Mais de três décadas se passaram e a máquina pública continua montada e funcionando para promover o atraso. Para causar entraves nas iniciativas de quem quer gerar emprego e renda. A máquina pública brasileira funciona 24 horas por dia tentando achar um jeito de atrapalhar quem quer empreender.

E em meio a tanta descrença, não é que o Ministério da Economia resolveu fazer? Ontem, foi lançado o projeto Balcão Único com a promessa de facilitar aos cidadãos a abertura de uma empresa, com o menor número de papeis, com a redução dos carimbos e a significativa documentação e suas respectivas cópias autenticadas.

O secretário de Desburocratização, Caio de Andrade, andou prometendo que a abertura de uma empresa se dará no menor espaço de tempo possível, com tudo sendo resolvido em um só lugar. “Vamos colocar o Brasil no caminho das melhores práticas internacionais para a abertura de negócios”, prometeu o secretário.

Essa burocracia que o governo quer eliminar coloca o Brasil entre os países onde mais se perde tempo e dinheiro para se criar uma empresa. Com o Balcão Único o governo promete que tudo será feito no mesmo lugar, com preenchimento de um formulário eletrônico único, que vai estar disponível na internet.

Quem sabe, quando o projeto estiver funcionando, valha a pena repetir padre Antonio Vieira: “só existimos nos dias em que fazemos”.

Pense nisso!

Comentários

Últimas notícias