Opinião

Está na hora de cobrar dos deputados aprovação da suspensão do reajuste de remédios durante a pandemia

Como político precisa do voto do eleitor, numa hora dessas não custa nada fazer uma pressão para que os parlamentares atentem para a situação dos trabalhadores

Romoaldo de Souza
Romoaldo de Souza
Publicado em 14/05/2021 às 8:43
Notícia
André Nery/JC Imagem
Ontem, o plenário do Senado aprovou Projeto de Lei proibindo o reajuste dos medicamentos. Agora, a palavra está com os deputados federais - FOTO: André Nery/JC Imagem
Leitura:

Está na hora de puxar pela memória, se recordar em quem você votou para deputado federal nas eleitores de 2018, pegar o telefone do parlamentar, o e-mail, o contato nas redes sociais ou mandar uma carta para a Câmara dos Deputados, cobrando a aprovação de um projeto já votado no Senado Federal que suspende reajuste de remédios enquanto durar a pandemia da Covid-19.

No início de março deste ano, a Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (Cmed) reajustou os remédios que tiveram elevação de preços de até 10%, dependendo do medicamento, mas ontem o plenário do Senado aprovou Projeto de Lei proibindo o reajuste.

Agora, a palavra está com os deputados federais e como político precisa do voto do eleitor, numa hora dessas não custa nada fazer uma pressão para que os parlamentares atentem para a situação dos trabalhadores, dos aposentados e as pessoas que estão sobrevivendo à custa do auxilio emergencial.

Por isso mesmo, seria prudente cobrar dos 25 deputados da bancada de Pernambuco uma posição para que não onerem tanto o bolso do cidadão. Pelo menos em tempos de pandemia.

Pense nisso!

Comentários

Últimas notícias