Delegados entram na Justiça para impedir troca de delegacias

Publicado em 16/04/2016 às 15:33
Delegado Francisco Rodrigues, presidente da Adeppe, afirmou que falta diálogo com o governo para resolver crise na segurança
FOTO: Delegado Francisco Rodrigues, presidente da Adeppe, afirmou que falta diálogo com o governo para resolver crise na segurança
Leitura:
Delegado Francisco Rodrigues, presidente da Adeppe, afirmou que falta diálogo com o governo para resolver crise na segurança Delegado Francisco Rodrigues, presidente da Adeppe, afirmou que falta diálogo com o governo para resolver crise na segurança Diante da gravidade da crise na segurança pública no Estado, o presidente da Associação dos Delegados de Polícia de Pernambuco (Adeppe), Francisco Rodrigues, decidiu se pronunciar sobre a insatisfação da categoria. Conforme publicado pelo RondaJC, nessa sexta-feira (15), as constantes trocas de delegacias, a pressão por números e falta de diálogo com o comando da Secretaria de Defesa Social (SDS) têm desestimulado os profissionais da área. Rodrigues afirmou que há processos em tramitação na Justiça para que delegados removidos voltem às suas delegacias de origem. Segue relato enviado ao blog pelo presidente da Adeppe: "O problema é ainda mais grave. Mas será impossível resolvê-lo sem diálogo. O governo parece não ter interesse em uma polícia eficiente e adota o sistema irracional de metas, que privilegia a quantidade sobre a qualidade. Resultado: os crimes mais simples são apurados até se alcançar o número de inquéritos exigido. Já os delitos mais complexos vão ficando em segundo plano. Outro grave problema é o desvio de função. Mais de cem delegados trabalham na atividade meio, ou seja, não estão investigando crimes, ocupando cargos de chefia, muitos destes desnecessários, que poderiam ser exercidos por agentes de polícia, cargo com a maior quantidade de servidores na Polícia Civil. Os delegados deveriam estar nas delegacias, apurando delitos e produzindo inquéritos policiais, função precípua do cargo. Com essa postura governamental, a solução está longe de ser alcançada."

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias