Segurança

Polícia Federal apura se invasão hacker sofrida pelo TJPE foi a mesma que atingiu STJ

Assessoria do TJPE confirmou que serviços foram afetados com o ataque, mas não deu detalhes

Raphael Guerra
Raphael Guerra
Publicado em 10/11/2020 às 15:59
Notícia

Reprodução
Tribunal de Justiça de Pernambuco - FOTO: Reprodução
Leitura:

O vírus que atacou a rede de tecnologia do Superior Tribunal de Justiça (STJ), na semana passada, também invadiu de forma semelhante o sistema do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE). Conhecido como ransomware, o programa malicioso conseguiu acessar a tecnologia do tribunal no último dia 26 de outubro, segundo informação confirmada pela assessoria de comunicação. A Polícia Federal em Pernambuco está apurando o caso. 

De acordo com o TJPE, após o ataque, "a equipe técnica atuou no sentido de restaurar os serviços computacionais afetados com brevidade". A assessoria foi questionada pela coluna Ronda JC se processos e audiências foram prejudicados com a invasão e se informações foram perdidas. Mas, a assessoria do tribunal afirmou que não poderia dar mais detalhes porque se trata de um assunto sigiloso.

Segundo o assessor de comunicação da PF em Pernambuco, Giovani Santoro, está sendo apurado se há correlação entre o ataque sofrido pelo STJ e pelo TJPE. 

PREJUÍZO

Os sistemas de informática do STJ foram invadidos há uma semana. Por causa disso, julgamentos por videoconferência precisaram ser adiados, além de prazos processuais que precisam ser suspensos. Só nessa segunda-feira (09), a rede começou a ser restabelecida. A Polícia Federal investiga se houve acesso aos dados, além de uma possível cópia dos arquivos.

Seja um assinante JC.

Assine o JC com planos a partir de R$ 1,90 e tenha acesso ilimitado a todo o conteúdo do jc.com.br, à edição digital do JC Impresso e ao JC Clube, nosso clube de vantagens e descontos que conta com dezenas de parceiros.

Assine o JC

Comentários

Últimas notícias