Segurança

Governo de Pernambuco anuncia convocação de concursados das polícias Militar, Civil e Científica

Confira quantas pessoas serão chamadas para cada cargo, segundo a SDS

Raphael Guerra
Raphael Guerra
Publicado em 04/02/2021 às 9:56
Notícia
Para diminuir déficit de policiais militares, Governo de PE vai realizar concursos anuais. Foto: JC Imagem/Arquivo
Profissionais passarão por curso de formação em abril - FOTO: Para diminuir déficit de policiais militares, Governo de PE vai realizar concursos anuais. Foto: JC Imagem/Arquivo
Leitura:

Atualizada às 11h30

A Secretaria de Defesa Social (SDS) confirmou, na manhã desta quinta-feira (04), a convocação de aprovados em concursos na área de segurança pública em Pernambuco. De acordo com comunicado, 1.925 aprovados serão chamados a partir de abril para os cursos de formação.

No total, serão 1.510 vagas para a Polícia Militar, 100 para delegados da Polícia Civil, 50 para médicos legistas e 45 auxiliares de peritos (Esses dois últimos cargos fazem parte da Polícia Científica). Também serão convocados 220 profissionais para o Corpo de Bombeiros. Confira o cronograma geral

Na manhã desta quinta, o governador Paulo Câmara participa de reunião mensal do Pacto pela Vida, na Secretaria Estadual de Planejamento, na Rua da Aurora, área central do Recife. O secretário de Defesa Social, Antônio de Pádua, também está presente.

“O ano de 2020 foi muito difícil, por causa da pandemia, e afetou todos os pernambucanos. Mas temos que continuar avançando. Apesar de tantas restrições, a segurança pública de Pernambuco é prioridade e esses novos 1.925 profissionais vão ajudar muito nosso Estado a avançar no Pacto Pela Vida e, cada vez mais, a buscarmos a paz dos pernambucanos”, afirmou Paulo Câmara, por meio de nota oficial. O governador destacou ainda que os novos profissionais vão ajudar a recompor quadros estratégicos.

 

A convocação de aprovados nos concursos nos últimos anos já era esperada desde o ano passado, mas, por causa da pandemia do novo coronavírus, a SDS alegou que não tinha condições de realizar o concurso de formação - que necessita de aulas práticas. 

Com o aumento da violência em 2020 e o déficit histórico de policiais, agora o governo de Pernambuco se vê obrigado a convocar os aprovados - que há meses pressionavam o Estado. 

Na última semana, a coluna Ronda JC denunciou a falta de delegados nas delegacias do interior do Estado. Alguns profissionais acumulam até três unidades policiais de três cidades ao mesmo tempo.  

 

Comentários

Últimas notícias