Segurança

SDS fala sobre cursos de formação das polícias previstos para abril em Pernambuco

Secretário Antônio de Pádua se pronunciou sobre o calendário dos cursos, que pode vir a sofrer alterações por causa da pandemia

Raphael Guerra
Raphael Guerra
Publicado em 18/03/2021 às 18:00
Notícia
JAILTON JR./JC IMAGEM
No próximo mês, 750 aprovados no concurso da PM devem iniciar curso de formação - FOTO: JAILTON JR./JC IMAGEM
Leitura:

Apesar o agravamento dos casos da covid-19 em Pernambuco, o secretário de Defesa Social, Antônio de Pádua, afirmou, nesta quinta-feira (18), que pretende manter o calendário do cursos de formação das polícias Civil, Militar e Científica e do Corpo de Bombeiros previsto para ter início em abril. Isso, claro, se os cursos presenciais estiverem liberados. 

"Desde fevereiro, iniciamos as adequações necessárias dessas academias para receber os alunos, já que grande parte da capacitação, da formação, precisa ser presencial. No momento, por causa da quarentena, os cursos presenciais estão proibidos. Mas temos o objetivo de manter o cronograma. Estamos trabalhando com esse calendário (abril)", declarou o secretário, em pronunciamento pela internet, após ser questionado pela coluna Ronda JC.

Segundo a previsão inicial, 750 aprovados no concurso da Polícia Militar começarão o curso de formação de soldados, em abril deste ano - deve durar seis meses. Também neste mês, 60 serão convocados para curso de oficial. Já em janeiro de 2022, está prevista a convocação de mais 700 pessoas para a segunda turma de soldados.

No Corpo de Bombeiros, 100 começarão o curso de formação em abril. A duração será de sete meses. Vinte também serão convocados para curso de oficial, com duração de 12 meses. Já em janeiro de 2022, mais 100 serão convocados para curso de formação.

Na Polícia Civil, 50 aprovados serão convocados para formação em delegado a partir de abril. Duração do curso é de quatro meses. Em abril de 2022, mais 50 convocações.

Por fim, na Polícia Científica, serão 50 aprovados que farão curso para médico legista. Duração de quatro meses, contados a partir de abril. E 45 pessoas farão curso para auxiliar de perito. 

REFORÇO

No pronunciamento desta quinta, Pádua reforçou a necessidade da chegada desses novos profissionais da segurança. "Vão nos ajudar na redução da criminalidade de Pernambuco", disse. O secretário ainda destacou que o Estado conseguiu, nos primeiros dois meses deste ano, reduzir o número de homicídios em 11% em relação ao mesmo período de 2020. 

Comentários

Últimas notícias