COLUNA JC SAÚDE E BEM-ESTAR

Coronavírus: "Vocês não são invencíveis", alerta secretário sobre risco da doença em jovens

Recado de Jailson Correia reforça que a juventude não é invencível e que, por isso, deve respeitar as medidas de isolamento social para evitar a infecção pelo novo coronavírus

Cinthya Leite
Cinthya Leite
Publicado em 24/03/2020 às 18:43
Notícia
HELIA SCHEPPA/SEI
Jailson Correia, médico e secretário de Saúde do Recife, alerta para risco de jovens se infectarem pelo novo coronavírus - FOTO: HELIA SCHEPPA/SEI
Leitura:

Médico pediatra e infectologista, o secretário de Saúde do Recife, Jailson Correia, segue o tom da Organização Mundial de Saúde (OMS) e faz um apelo para os jovens do Estado, deixando claro que a população economicamente ativa também respeite a quarentena, pois está sujeita a adoecer pelo novo coronavírus. O recado do secretário foi feito ao final da coletiva de imprensa online, nesta terça-feira (24), sobre a atualização da covid-19 em Pernambuco.

"Quando a gente vem aqui e diz que a doença é potencialmente mais grave a partir dos 60 anos, isso não quer dizer que os jovens sejam invencíveis. A doença pode ser até séria nesta população (em idade economicamente ativa). É fundamental que vocês (jovens) tomem a atitude de ficar em casa para proteger a vocês mesmos e as pessoas que vocês amam", destacou Jailson Correia. 

Recentemente, a OMS alertou que jovens infectados pelo novo coronavírus podem morrer da doença. A entidade diz que a juventude deve levar a sério a quarentena, evitando aglomerações e contatos com outros para não contaminar os mais velhos e vulneráveis.

O diretor-geral da OMS, Tedros Ghebreyesus, declarou que os jovens não são invencíveis e que o vírus pode levá-los à internação por semanas ou até matá-los. Ghebreyesus enfatizou que mesmo estando assintomáticos, as escolhas dos jovens podem fazer a diferença entre a vida e a morte.

Balanço

Nas últimas 24 horas, foram realizados, no Laboratório Central de Saúde Pública de Pernambuco (Lacen-PE), 108 testes de amostras biológicas de casos notificados com síndrome respiratória aguda grave (srag) e suspeitos para covid-19. Todos deram negativo para a doença. Apesar de o Estado vivenciar o primeiro dia sem novos casos confirmados do novo coronavírus, a Secretaria Estadual de Saúde (SES) reforça que os resultados não devem abrandar as medidas recomendadas pelo Governo de Pernambuco. Os cuidados redobrados com a higiene e o cumprimento das medidas de quarentena devem continuar sendo seguidos com seriedade pelos próximos dias.

Dessa maneira, até esta terça-feira (24), Pernambuco tem 42 casos confirmados de covid-19. É o primeiro dia que o Estado não registra novas confirmações desde o início dos registros no território pernambucano. Os casos confirmados estão distribuídos por seis municípios do Estado, além de ocorrência em pacientes de outro Estado (Rio de Janeiro) e países. Até agora, já são cinco pacientes recuperados da doença – são todos do sexo feminino, com idades entre 16 e 67 anos. As cinco pacientes, todas do Recife, passaram por hospitais privados e não apresentaram nenhum tipo de agravamento pelo novo coronavírus. Não há, até o momento, registro de óbito no Estado por covid-19. 

FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
Jailson Correia, médico e secretário de Saúde do Recife, alerta para risco de jovens se infectarem pelo novo coronavírus - FOTO:FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM

Comentários

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias