COVID-19

Em Pernambuco, 377 profissionais da saúde já foram diagnosticados com coronavírus

Segundo o secretário André Longo, ao todo, 1.120 casos foram notificados

Rute Arruda
Rute Arruda
Publicado em 13/04/2020 às 17:20
Notícia
FREEPIK/BANCO DE IMAGENS
País ultrapassou marca de 53 mil mortos - FOTO: FREEPIK/BANCO DE IMAGENS
Leitura:

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) informou, nesta segunda-feira (13), que 377 profissionais da saúde já foram testados positivos para o novo coronavírus em Pernambuco. Ao todo, foram 1.120 casos notificados entre profissionais com suspeita do novo vírus, sendo mais de 600 testados e 276 descartados.

>> Bebê de sete meses morre vítima de coronavírus em Pernambuco

>> Sobe para 102 o número de mortos e 1.154 infectados por coronavírus em Pernambuco; Estado tem novo recorde diário de casos e óbitos

Segundo o secretário estadual de Saúde, André Longo, a testagem em profissionais da área da segurança também será realizada com a chegada dos 20 mil testes rápidos. "Os testes rápidos serão utilizados para os casos após sete dias do aparecimento dos sintomas e que tenham mais de 72 horas sem a presença desses sintomas", explicou. O secretário explicou ainda que, mesmo com a chegada dos testes rápidos, os profissionais da saúde e segurança vão continuar a passar pelo teste RT-PCR, que deve ser realizado até o sétimo dia de sintomas.

Durante a coletiva, Longo voltou a pedir à população para manter o isolamento social. "Cada vez mais temos vistos as pessoas relaxando no isolamento social, os dias de hoje são fundamentais para que o que nós enfrentaremos nos dias que virão. Nós precisamos assumir nosso papel como agente de proteção da sociedade e reforço: fique em casa", disse. O pedido foi reforçado pelo secretário de Saúde do Recife, Jailson Correia. "A nossa atitude ou a nossa omissão de agora vai representar daqui a 7 ou 15 dias uma mudança, um agravamento ou não da situação da nossa região", complementou.

Casos confirmados em Pernambuco

Os dados mais recentes do Governo Estadual apontam que há 1.154 pessoas infectadas pelo novo coronavírus. Segundo o secretário André Longo, dessas pessoas infectadas, 708 estão em isolamento domiciliar, 287 internados, sendo 55 em UTI/UCI e 232 em leitos de enfermaria, e 57 estão recuperadas.

Além disso, o número de óbitos também subiu. Agora, o Estado contabiliza 102 mortes. Nas últimas 24 horas, foram registrados 17 novas mortes, entre os dias 4 e 12 de abril, incluindo um bebê de 7 meses. O bebê, segundo o secretário André Longo, era residente no Recife e tinha Síndrome de Down. Ele apresentou febre, tosse e cansaço no dia 4 de abril. No dia 5, foi levado para o Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (Imip), na área central do Recife. No dia 8 de abril foi transferido para o Hospital Correia Picanço, no bairro da Tamarineira, Zona Norte, e teve o resultado para a covid-19. O bebê sofreu um choque séptico e faleceu nesse domingo (12).

Assine a nova newsletter do JC e fique bem informado sobre o coronavírus

Todos os dias, de domingo a domingo, sempre às 20h, o Jornal do Commercio divulga uma nova newsletter diretamente para o seu email sobre os assuntos mais atualizados do coronavírus em Pernambuco, no Brasil e no mundo. E como faço para receber? É simples. Os interessados podem assinar esta e outras newsletters através do link jc.com.br/newsletter ou no box localizado no final das matérias.

O que é coronavírus?

Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31/12/19 após casos registrados na China.Os primeiros coronavírus humanos foram isolados pela primeira vez em 1937. No entanto, foi em 1965 que o vírus foi descrito como coronavírus, em decorrência do perfil na microscopia, parecendo uma coroa.

A maioria das pessoas se infecta com os coronavírus comuns ao longo da vida, sendo as crianças pequenas mais propensas a se infectarem com o tipo mais comum do vírus. Os coronavírus mais comuns que infectam humanos são o alpha coronavírus 229E e NL63 e beta coronavírus OC43, HKU1.

Como prevenir o coronavírus?

O Ministério da Saúde orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o coronavírus. Entre as medidas estão:

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização. Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes.
  • Ficar em casa quando estiver doente.
  • Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com freqüência.
  • Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (mascára cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).

Para a realização de procedimentos que gerem aerossolização de secreções respiratórias como intubação, aspiração de vias aéreas ou indução de escarro, deverá ser utilizado precaução por aerossóis, com uso de máscara N95.

Confira o passo a passo de como lavar as mãos de forma adequada

 

Comentários

Últimas notícias