BOLETIM

Pernambuco registra 2.084 novos casos de covid-19, maior número desde 16 de maio

Segundo boletim da Secretaria Estadual de Saúde, número se deve ao acumulado dos três últimos dias

JC
JC
Publicado em 28/11/2020 às 15:37
Notícia
WELINGTON LIMA/JC IMAGEM
Previsão é que sejam testados os moradores de 62.097 domicílios brasileiros - FOTO: WELINGTON LIMA/JC IMAGEM
Leitura:

Atualizada às 21h30

Pernambuco teve mais 2.084 novos casos de covid-19, segundo boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) na tarde deste sábado (28). A justificativa para esse aumento é, conforme a pasta, o acúmulo de notificações dos últimos três dias devido à instabilidade no sistema do Ministério da Saúde, onde são notificados os casos leves (e-SUS Notifica).

O Estado totaliza 181.392 casos confirmados da doença, sendo 27.973 graves e 153.419 leves. Também foram registrados 20 óbitos, ocorridos entre 12 de julho e 26 de novembro. Até agora, 9.019 pessoas morreram vítimas do novo coronavírus em Pernambuco.

Desde 12 de março, quando foi decretada pandemia por causa do novo coronavírus, Pernambuco teve o dia 16 de maio como o de maior número de casos registrados de uma só vez, 2.279. Outra datas com número alto de casos foram 23 e 29 de julho, com 1.858 casos em cada dia; e 22 de maio, com 1.849 casos.

Já houve relatos anteriores de instabilidade no sistema do Ministério da Saúde, mas em nenhuma vez o total de casos computados uma única vez ultrapassou 2 mil notificações.

O boletim informa também que 75% dos leitos exclusivos para pacientes com covid-19 estão ocupados (de um total de 1.622). Considerando apenas UTI, a taxa de ocupação é de 81% (são 816 leitos). Apenas de enfermaria, o índice de ocupação é 69% (de um total de 806 leitos).

TESTES

Entre os casos confirmados neste sábado, 46 (2%) são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). Os demais 2.038 (98%) são leves. O boletim informa que do total de casos, 4,7% foram notificados em setembro; 75% em outubro e 16% neste mês de novembro.

Dos casos positivos notificados em novembro e informados neste sábado, 50% foram detectados por teste rápido e 17% por exames sorológicos, testes que indentificam a presença de anticorpos, portanto indicando que a pessoa já teve contato com o novo coronavírus e após a infecção. Os outros 33% foram detectados por meio de exames moleculares do tipo RT-PCR.

PROFISSIONAIS

Com relação à testagem dos profissionais de saúde com sintomas de gripe, em Pernambuco, até agora, 23.014 casos foram confirmados e 40.287 descartados. As testagens entre os trabalhadores do
setor abrangem os profissionais de todas as unidades de saúde, sejam da rede pública (estadual e
municipal) ou privada.

Comentários

Últimas notícias