COLUNA JC SAÚDE E BEM-ESTAR

Pernambuco tem cerca de 1.030 pacientes em UTI com sintomas de covid-19

Número corresponde a vagas de hospitais públicos e privados

Cinthya Leite
Cinthya Leite
Publicado em 15/02/2021 às 21:58
Notícia

BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
Antigo Hospital Alfa é referência no tratamento de covid-19 - FOTO: BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
Leitura:

Com aproximadamente 1.030 pessoas internadas atualmente, em leitos públicos e privados de terapia intensiva (UTI) voltados a casos suspeitos e confirmados de covid-19, Pernambuco tem se preparado para possível aceleração da pandemia.

>> Com doses se esgotando, governadores e Congresso cobram Pazuello por mais vacinas contra covid-19

>> Brasil tem 9,8 milhões de casos acumulados de covid e 239,7 mil mortes

>> Covid-19: Pernambuco registra 92% de cobertura vacinal entre idosos a partir dos 85 anos

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde (SES), a rede privada informou a existência de 423 leitos dedicados aos pacientes com suspeita e confirmação da covid-19. Entre eles, 266 são de UTI. A ocupação geral, na rede privada, é de 53%, sendo de 64% nos leitos de UTI e de 34% nos de enfermaria.

Na rede pública estadual, 86% das 998 vagas de UTI permanecem com pacientes com sintomas de covid-19. Em relação aos leitos de enfermaria, 67% dos 932 estão ocupados.  

>> Pernambuco confirma 803 casos de covid-19 e 15 mortes em decorrência da doença nesta segunda-feira (15)

>> Governo de Pernambuco lança licitação para instalar hospital de campanha nos Coelhos

Leia também: 

Um ano de covid-19: mais de um terço das mortes no Recife estão concentradas em dez bairros mais populosos; confira

Ontem, dois dias após ter publicado, no Diário Oficial deste sábado (14), aviso de licitação para contratar empresa responsável pela instalação e montagem de um hospital de campanha, nos Coelhos, área central da cidade, a Secretaria Estadual de Saúde (SES) informou que "vem tomando todas as medidas para, diante da necessidade, implantar uma estrutura provisória de atendimento, seguindo os trâmites da administração pública e as recomendações dos órgãos de controle".

A SES ainda acrescentou que "monitora permanentemente a evolução dos indicadores da covid-19, além de realizar, com base nas análises técnicas, diversas projeções de cenários futuros". A reportagem do JC questionou, mas não foi respondida, sobre planejamento para abertura de novos leitos em outras unidades.

 

 

Comentários

Últimas notícias