Pandemia

Pernambuco registra 6.487 casos de covid-19, a maior confirmação em um boletim desde o início da pandemia

Segundo a Secretaria de Saúde, o maior registro de casos está ligado ao acúmulo de dados do fim de semana

Cássio Oliveira
Cássio Oliveira
Publicado em 09/06/2021 às 13:39
Notícia
NE10
Dados da covid-19 em Pernambuco são divulgados pela Secretaria Estadual de Saúde - FOTO: NE10
Leitura:

A Secretaria de Saúde de Pernambuco informou que foram registrados 6.487 novos casos da covid-19, no boletim divulgado nesta quarta-feira (9). No entanto, do total de casos confirmados, apenas 2.810 foram registrados nos últimos três dias.

Segundo a Secretaria de Saúde, este maior registro de casos está ligado ao acúmulo de dados do fim de semana e em problemas na extração no sistema do Ministério da Saúde.

>> Mesmo com restrições, Pernambuco tem taxa de ocupação alta nas UTIs de covid-19

>> Defensor do isolamento social, estudante sem comorbidade morre de covid-19 aos 22 anos

>> CPI da Covid: Queiroga reafirma que toda a população adulta do Brasil será vacinada neste ano

Entre os confirmados, 267 (4%) são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e 6.220 (96%) são leves. Agora, Pernambuco totaliza 509.184 casos confirmados da doença, sendo 46.718 graves e 462.466 leves, que estão distribuídos por todos os 184 municípios pernambucanos, além do arquipélago de Fernando de Noronha. 

Também foram confirmados laboratorialmente 81 óbitos, ocorridos entre 01/03/2021 e 08/06/2021. Com isso, o Estado totaliza 16.549 mortes pela covid-19.

Média móvel

Com os casos divulgados nesta quarta-feira, o Estado chega a uma média móvel de 2.863. O índice é o maior dos últimos cinco dias.

A média móvel é considerada a melhor forma de medir o comportamento da pandemia. Ela contabiliza a média dos últimos sete dias (contando com hoje) e compara com 14 dias atrás.

Variações acima de 15%, seja para mais ou menos, indicam tendência de alta ou queda, respectivamente. Já abaixo disso, indica estabilidade.

Agora, com novos 6.487 infectados, há uma variação de 1% em relação à média móvel de 14 dias atrás, quando o indicador estava em 2.838.

Já a média móvel de óbitos está em 77, a maior desde o dia 1º de maio, quando indicador apontou média de 80.

Comentários

Últimas notícias