Reforço

Janssen estuda necessidade de aplicar dose extra de vacina contra a covid-19

Na pesquisa, foi percebido que, com a dose extra do imunizante, é possível aumentar os anticorpos contra o coronavírus no corpo do paciente em até nove vezes

Julianna Valença
Julianna Valença
Publicado em 25/08/2021 às 14:53
Notícia
FREDERIC J. BROWN/AFP
TESTE Oito pessoas inoculadas com a vacina neutralizaram efetivamente a Delta, num primeiro estudo - FOTO: FREDERIC J. BROWN/AFP
Leitura:

Um estudo feito pela própria farmacêutica Janssen, divulgado na última segunda-feira (25), avaliou a possibilidade de se aplicar um reforço do imunizante - a vacina é a única atualmente com aplicação de dose única no mundo. No resultado, foi percebido que, com a dose extra do imunizante, é possível aumentar os anticorpos contra o coronavírus no corpo do paciente em até nove vezes.


Na pesquisa realizada com 2 mil pessoas, os pacientes que tomaram o reforço do insumo entre seis e oito meses após a primeira dose desenvolveram mais anticorpos que as pessoas que haviam recebido a vacina até 28 dias antes. Foram registrados aumentos significativos nas respostas de anticorpos de ligação nos voluntários com idades entre 18 e 55 anos e nas pessoas com mais de 65 anos que receberam uma dose de reforço mais baixa.


“Com esses novos dados, também vemos que uma dose de reforço da vacina Covid-19 da Johnson & Johnson aumenta ainda mais as respostas de anticorpos entre os participantes do estudo que já haviam recebido nossa vacina”, afirmou o chefe de pesquisa global da Johnson & Johnson, Mathai Mammen.

A empresa afirmou ainda que tem discutido com a Food and Drug Administration (FDA) dos EUA, o Centro dos EUA para Controle e Prevenção de Doenças (CDC) e a Agência Europeia de Medicamentos (EMA) a aplicação do reforço extra populacional.

 

Aplicação de doses extras

 

A aplicação de novas doses de reforço dos imunizantes contra a covid-19 já são pauta de discussão em alguns países. No Brasil, recentemente o ministro da saúde aprovou a aplicação de uma terceira dose em idosos e imunossuprimidos.

>> Ministro anuncia que 3ª dose de vacina contra a covid-19 começa a ser aplicada em 15 de setembro 

*Com informações do Portal Olhar Digital

Comentários

Últimas notícias