COLUNA JC SAÚDE E BEM-ESTAR

Ter grau alto de miopia pode favorecer o descolamento de retina e levar à perda da visão; oftalmologista explica os riscos

Outros fatores de risco também podem se associar ao descolamento da retina - que, sem tratamento rápido, pode evoluir para perda total da visão

Cinthya Leite
Cadastrado por
Cinthya Leite
Publicado em 04/10/2021 às 13:27 | Atualizado em 04/10/2021 às 13:28
FREEPIK/BANCO DE IMAGENS
Pessoas com um grau de miopia que ultrapassa 5 e aquelas que têm diabetes são mais propensas a apresentar descolamento de retina - FOTO: FREEPIK/BANCO DE IMAGENS
Leitura:

O descolamento de retina, considerada uma emergência oftalmológica, é uma doença que pode levar à perda da visão. Ela é caracterizada pela separação anatômica entre a retina e as outras camadas que compõem a parede posterior do olho, principalmente a coroide - camada responsável pela nutrição adequada da retina. São estimados cerca de 150 mil casos de descolamento de retina por ano apenas no Brasil. É necessário ficar alerta aos sintomas dessa grave doença.

Entre os fatores mais frequentes que favorecem o descolamento da retina, estão o alto grau de miopia e a prática de atividades esportivas de contato direto, como praticantes de artes marciais e futebol. “As pessoas que praticam esportes desse tipo acabam correndo riscos de trauma ocular contuso, favorecendo o descolamento da retina. Pacientes que possuem um grau elevado de miopia também acabam sendo vulneráveis à doença por possuírem a retina mais frágil do que a da população em geral,” explica o oftalmologista Paulo Saunders. Outros fatores de risco para o descolamento de retina são cirurgia anterior de catarata, glaucoma, trauma nos olhos, diabetes descontrolada e história familiar da doença.

Quando a retina está descolada, inicia-se um processo de degeneração e morte das células fotorreceptoras, responsáveis pela formação das imagens na retina, o que pode levar à perda da visão. "Quando a retina fica muito tempo descolada, esse processo degenerativo pode levar à cegueira irreversível. O recomendado é que o paciente procure atendimento médico oftalmológico o mais rápido possível para evitar maiores consequências,” alerta o oftalmologista.

O descolamento de retina se apresenta através de sintomas como flashes repentinos de luzes, surgimento de uma espécie de “cortina negra” na visão, incapacidade de enxergar em ambientes com pouca luminosidade e falhas visuais. O oftalmologista Paulo Saunders ressalta a importância de buscar auxílio médico o mais rápido possível. “O tratamento do problema deve ser feito com urgência. Quando surgirem os sintomas, é necessário ir a um oftalmologista imediatamente para iniciar o processo de recuperação da visão,” alerta Paulo Saunders.

 

Comentários

Últimas notícias