INVESTIGAÇÃO

Surto no Grande Recife: Moradores de Olinda relatam lesões de pele com coceira

Com os dados, o Estado totaliza 150 casos

Julianna Valença
Cadastrado por
Julianna Valença
Publicado em 25/11/2021 às 15:03 | Atualizado em 26/11/2021 às 22:07
FREEPIK/IMAGEM ILUSTRATIVA
PELE Os sinais e sintomas mais comuns são lesões na pele e coceira. Em Pernambuco, 12 cidades registraram casos - FOTO: FREEPIK/IMAGEM ILUSTRATIVA
Leitura:

Com informações da TV Jornal

Já imaginou ter o corpo coberto de lesões e bolhas, que coçam sem parar e ninguém consegue dar um diagnostico? É assim que alguns pernambucanos têm vivido nos últimos meses. Cerca de seis cidades do Grande Recife registram casos das misteriosas lesões na pele, a causa do surto segue desconhecida, médicos orientam que as pessoas com os sintomas devem seguir cuidados e evitar contato próximo com outros indivíduos. 


O aposentado Severino Francisco, 72 anos, foi um dos afetados com os sintomas. O idoso está com o tronco as costas e os dois braços cheios de manchas vermelhas parecidas com vergões. Ele procurou o posto de atendimento de Salgadinho, no Sítio Novo, Olinda, nesta quinta-feira (25). "Faz 15 dias que estou assim. Vim hoje no posto para saber se tem alguma medicação, alguma coisa que possa melhorar", relatou.

A capital pernambucana, Recife, lidera a quantidade de notificações com 150 casos. Seguida por 78 casos em Camaragibe; 22 em Olinda; 21 em Jaboatão dos Guararapes, seis em São Lourenço da Mata; e seis em Paulista.

Na capital pernambucana, cerca de 23 bairros contabilizam casos das lesões. Mais de 80% concentram-se em Dois Irmãos e na Guabiraba, e os demais se espalham por Boa Viagem, Várzea, Córrego do Jenipapo, Bomba do Hemetério, Encruzilhada, Torre, Graças, Morro da Conceição, Brejo da Guabiraba, Passarinho, Linha do Tiro, Boa Vista, Sítio dos Pintos, Imbiribeira, Ibura, Mangabeira, San Martin, Porto da Madeira, Casa Forte, Cordeiro e Tamarineira.

A dermatologista Lígia Pessoa orienta a população com os cuidados ao perceber em si algum dos sintomas das lesões. "Se tiver algum sinal de alerta como febre, ou algum outro sinal, deve-se procurar um profissional de saúde. Evitem banhos quentes e produtos caseiros. Os banhos frios e compressas  frias ajudam a aliviar", declarou a profissional.

 

Comentários

Últimas notícias