COLUNA JC SAÚDE E BEM-ESTAR

"Vamos trabalhar para encerrar definitivamente este capítulo da história", diz Paulo Câmara ao retirar obrigatoriedade de máscaras em Pernambuco

Governador diz que números dão condições de avançar no plano de convivência com a covid

Cinthya Leite
Cadastrado por
Cinthya Leite
Publicado em 19/04/2022 às 12:19 | Atualizado em 19/04/2022 às 12:25
BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
"Já estão autorizadas intervenções necessárias nas unidades de saúde, inclusive todas as questões financeiras estão devidamente equacionadas", frisou Paulo Câmara, ao ser questionado sobre o descaso com o Hospital da Restauração - FOTO: BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Leitura:

O governador Paulo Câmara anunciou, em pronunciamento divulgado nesta terça-feira (19), a retirada da obrigatoriedade do uso de máscaras em ambientes fechados a partir da quarta-feira (20). A diminuição dos números da covid-19 no Estado permitiu essa nova flexibilização no plano de convivência. 

De acordo com o governador, a semana epidemiológica 15, encerrada no último sábado (16), confirmou todos os indicadores da pandemia em queda. "Também na semana passada, atingimos o patamar de 80% da população vacinada com duas doses ou dose única, e mais de 80% dos maiores de 60 anos de idade havia tomado a dose de reforço. Esses números nos dão condições de avançar mais um passo no nosso Plano de Convivência com a Covid”, explicou Paulo Câmara. 

O uso obrigatório da máscara será mantido nos transportes coletivos, escolas e unidades de saúde no Estado. "Vamos continuar incentivando a vacinação e trabalhando para encerrar definitivamente esse capítulo da nossa história", acrescentou o governador.  

Comentários

Últimas notícias