Dicas e informações de viagens, férias e turismo
Turismo de Valor

Descubra dicas de viagem e roteiros para as férias, além dos destinos e atrações que estão em alta no turismo.

TURISMO GASTRÔ

4 restaurantes de culinária internacional para viajar sem sair do Recife

As opções são diversas e vão de culinária francesa à árabe, uma oportunidade para quem quer conhecer sabores de outros países.

Flávio Oliveira
Flávio Oliveira
Publicado em 11/11/2021 às 11:51
Divulgação/Instagram
Entre os restaurantes está o Bouchon Recife, especializado em culinária francesa. - FOTO: Divulgação/Instagram
Leitura:

Tanto quanto a música, os filmes e a literatura, a comida é um dos maiores traços da identidade de um país. Por mais que ocorram variações entre as regiões, os ingredientes usados e a forma com a qual os temperos se combinam são característicos o suficiente na hora de cravar de qual lugar do mundo veio alguma preparação.


Algumas casas se encarregaram de trazer um pouco da cultura de outras nações para o Brasil, desde aquelas que mais se aproximam da gastronomia brasileira quanto as que não trazem tanta semelhança. Preparamos um roteiro com indicações de lugares para conhecer essa diversidade de sabores e influências sem sair do Recife.

Bouchon Recife

Reprodução/Instagram
Na casa é servido o crème brûlée, tradicional sobremesa francesa. - Reprodução/Instagram

Apesar de bouchon ser um termo característico de Lyon - cidade francesa considerada a capital da gastronomia mundial - para nomear pequenos bistrôs que servem comida "simples" e com gosto de casa, o restaurante Bouchon Recife não se prende a uma região na hora de montar o cardápio. A experiência de quem visita o restaurante, então, se torna mais completa ainda.


No menu, o clássico boeuf bourguignon (um picadinho de carne bovina no molho de vinho, mini cenouras orgânicas e cebolinhas acompanhado de purê de noz-moscada), passando pelas quiches, vários tipos de tartar e sobremesas que são a cara da França, como o famoso crème brûlée.

 

Burgogui Restaurante Coreano

Reprodução/Instagram
Bibimpáb servido no Burgogui Restaurante Coreano. - Reprodução/Instagram

Já pensou em embrulhar o churrasco em folhas de alface? Pois é assim que se come no Burgogui, restaurante coreano que funciona em Casa Forte, bairro da Zona Norte do Recife. Sob os cuidados de dona Soon Ja Choi, chinesa que cresceu na Coreia antes da divisão do país em Norte e Sul, a casa é o lugar ideal para quem quer conhecer mais da culinária asiática para além das cozinhas japonesa e chinesa.


Além do prato que dá nome ao restaurante, lá servem o Bibímpáb (prato tradicional da culinária coreana que significa “arroz mesclado”) os conhecidos mandú (bolinhos que podem ser fritos, fervidos ou cozidos no vapor) e outros preparos tradicionais. Quem vai ao Burgogui também encontra a raiz de ginseng, que passa de 4 a 6 anos debaixo da terra. Dela se faz um chá conhecido como o segredo da juventude dos coreanos.

Altar Cozinha Ancestral

Reprodução/Instagram
Arroz de coco com charque e camarões ao molho africano: o arroz Haussá de Mãe Stella do Altar Cozinha Ancestral. - Reprodução/Instagram

Responsável desde criança por preparar a alimentação que envolve os rituais do candomblé em um terreiro do Recife, a chef Carmem Virgínia faz a união perfeita entre sabores de alguns países do continente africano e o tempero de Pernambuco. No Altar Cozinha Ancestral, o cardápio é dividido em quatro elementos (terra, fogo, água e ar) como forma de cultuar os orixás.


Entre os pratos do cardápio robusto, chamam atenção o arroz haussá de Mãe Stella (de coco com charque e camarões ao molho africano), o odoyá (uma feijoada de frutos do mar) e também o oyá massen (acarajé, vatapá, camarões secos, vinagrete e molho nagô). Além de tudo, o restaurante está entre os 50 selecionados do 'El Espíritu de América Latina', que reconhece os estabelecimentos que tiveram impacto positivo em suas comunidades e culinárias locais.

Rihan Culinária Árabe

Reprodução/Instagram
Loubia Bzeit (ensopado de vagem no molho de tomate), que vem acompanhado de 3 pãezinhos e pasta de castanha fermentada no Rihan Culinária Árabe. - Reprodução/Instagram

É do caderno de receitas da família Rihan que saem as delícias servidas no restaurante de culinária árabe que fica no coração de Casa Forte. O famoso quibe feito na casa é uma das receitas tiradas do caderninho herdado dos parentes, que logo fez sucesso sendo vendido para outros restaurantes antes da abertura do lugar, ainda no endereço antigo, no bairro do Cordeiro.


Além dele, o arroz libanês (arroz vermelho cozido no caldo de frango com sobrecoxa orgânica na chapa, amêndoa laminada tostada e cebola caramelizada) e o shawarma (sanduíche de pão folha, hommus, alface, tomate, cebola, pepino, rabanete, repolho roxo refogado e tahine, com recheio que pode ser de falafel, frango, carne bovina e cordeiro) são pratos que quem visita o Rihan Culinária Árabe não pode deixar de provar. Na verdade, bom mesmo é experimentar o cardápio inteiro sem dó nem piedade.

 

Serviço

Bouchon Recife

Endereço: R. Albino Meira, 58 - Parnamirim, Recife
Horários do atendimento presencial: 3ª-5ª das 12h às 14h30 e 18h30 às 23h; 6ª, 12h às 15h30 e 18h30 às 00h; Sábado, 12h às 15h30 e 18h30 às 00h; Domingo, 12h30 às 16h30
Horários do delivery: 3ª-5ª das 12h00 às 14h e 18h30 às 22h; 6ª, 12h às 15h e 18h30 às 22h; Sábado, 12h às 15h e 18h30 às 22h; Domingo, 12h30 às 15h30.
@bouchonrecife

Burgogui Restaurante Coreano

Endereço: Rua Jader Andrade, 168 - Casa Forte
Horários: 3ª a 6ª das 12h às 15h e 18h30 às 22h; Sábado, 12h às 15h e 18h30 às 22h; Domingo, 11h30 às 15h.
@restauranteburgogui

Altar Cozinha Ancestral

Endereço: Rua Frei Cassimiro, 449 - Santo Amaro
Horários: 3ª a domingo, das 12h às 17h
@altarcozinhaancestral

Rihan Culinária Árabe

Endereço: Rua Jader Andrade, 163 - Casa Forte
Horários: Almoço: Sábado e domingo, das 11h30 às 15h. Jantar: 4ª a domingo, das 18h às 23h.
@rihanculinariaarabe

Comentários

Últimas notícias