Comunicado oficial

IBGE cancela concurso com 204 mil vagas para o Censo 2022; órgão promete devolver taxas de inscrição

Processo seletivo havia sido suspenso em abril de 2021. A decisão foi tomada após o Congresso aprovar o Orçamento para este ano, que reduziu para R$ 71 milhões os recursos destinados à realização da pesquisa, inviabilizando a sua execução

Renata Monteiro
Renata Monteiro
Publicado em 18/10/2021 às 18:12
Notícia
Licia Rubinstein/Agência IBGE Notícias
Concurso disponibilizaria 181.898 vagas para a função de Recenseador, 5.450 vagas para a função de Agente Censitário Municipal e 16.959 vagas para a função de Agente Censitário Supervisor - FOTO: Licia Rubinstein/Agência IBGE Notícias
Leitura:

Em comunicado divulgado nesta segunda-feira (18), o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informa que não vai prorrogar o contrato com o Cebraspe, empresa organizadora do processo seletivo simplificado (PSS) do Censo Demográfico 2022. O contrato é válido até hoje. Por conta disso, diz o órgão, "o PSS para as funções de recenseador, agente censitário municipal e agente censitário supervisor, que estava suspenso, passará à condição de cancelado".

No texto, o IBGE explica que, conforme diz o editar do certame, em casos como esse, o órgão deve publicar em seus canais oficiais "os procedimentos para a devolução das taxas de inscrição já efetuadas". A entidade finaliza a nota dizendo que já está adotando providências para a nova seleção de uma empresa que organizará o concurso para o Censo 2022.

O processo seletivo em questão previa a abertura de 204 mil vagas e havia sido suspenso em abril de 2021. A decisão foi tomada após o Congresso Nacional aprovar o Orçamento para este ano, que reduziu para R$ 71 milhões os recursos destinados à realização da pesquisa, inviabilizando a sua execução.

>> Secretaria do Tesouro e Orçamento autoriza emenda ao PLOA para o Censo, diz IBGE

>> Senado analisa PEC que garante autonomia do IBGE, Inep e Ipea

>> Orçamento 2022 não traz valor suficiente para atender parâmetros para o Censo, diz IBGE

>> STF decide que censo deverá ser realizado em 2022

>> Servidores do IBGE em 8 Estados pressionam por adiamento do censo demográfico

Depois de uma batalha judicial, o governo vai reservar para 2022 aproximadamente R$ 2,3 bilhões para a realização do Censo. No mês de maio, o Supremo Tribunal Federal (STF) determinou que o governo Bolsonaro deve tomar as medidas necessárias para realizar a pesquisa no ano que vem. Por lei, o levantamento deve ser feito a cada dez anos, sendo que o último foi realizado em 2010.

As vagas oferecidas no certame são temporárias e os salários chegam a até R$ 2.100, com oportunidades em quase todos as cidades do País. Seriam 181.898 oportunidades para a função de Recenseador, 5.450 vagas para a função de Agente Censitário Municipal e 16.959 vagas para a função de Agente Censitário Supervisor.

Comentários

Últimas notícias