Adiamento

Filmes sobre o caso Suzane Von Richthofen têm estreias adiadas em razão do coronavírus

Os longas "A Menina que Matou os Pais" e "O Menino que Matou meus Pais" ainda não têm uma nova previsão de estreia

João Rêgo
João Rêgo
Publicado em 12/03/2020 às 16:20
Notícia
Foto: Divulgação
Carla Diaz está com um grave problema de saúde. - FOTO: Foto: Divulgação
Leitura:

Baseado no caso de Suzane Von Richthofen, o filme A Menina que Matou os Pais terá sua estreia adiada em razão do coronavírus. Em nota, a Galeria Distribuidora e a Santa Rita Filmes, responsáveis pelo lançamento do filme, notificaram que a estreia está mantida para 2020, mas ainda sem data definida.

A Menina que Matou os Pais será também acompanhado do longa O Menino que Matou meus Pais, também adiado. Os longas tinham previsão de lançamento para o dia 2 de abril.

Leia também: Secretaria de Saúde confirma dois primeiros casos de coronavírus em Pernambuco

Leia também: 'Velozes & Furiosos 9' e 'Um Lugar Silencioso 2' adiam estreias devido ao coronavírus

"A saúde e o bem-estar do público são prioritários para a Galeria Distribuidora e a Santa Rita Filmes. Por esta razão, o lançamento dos filmes A Menina que Matou os Pais e O Menino que Matou meus Pais, sobre o caso Von Richthofen, será adiado pela pandemia de Coronavírus (Covid-19), decretada pela Organização Mundial da Saúde", diz parte da nota.

Reprodução/Rede Record
Depois de 10 dias em isolamento, Suzane von Richthofen segue no aguardo para reaver o benefício das saídas temporárias, suspenso após ser detida durante o Dia das Mães por endereço falso - Reprodução/Rede Record

"As empresas estão acompanhando o cenário e, até o momento, mantêm a estreia dos longas em 2020, ainda sem data definida. A Galeria Distribuidora e a Santa Rita Filmes lamentam por qualquer desconforto", conclui o texto.

Inspirada no famoso caso de Suzane, que colaborou na morte dos pais em 2002, a obra foi anunciada no ano de 2018. O filme será protagonizada pela atriz Carla Diaz.

Comentários

Últimas notícias