Em Cartaz

Baile para Chico Science e show de Moacyr Franco em destaque na programação do fim de semana

Além do Baile Back to Mangue, lembrando do aniversário de 54 anos de Chico Science, e da voz marcante de Moacyr Franco, final de semana no Recife conta programação movimentada

JC
JC
Publicado em 13/03/2020 às 9:11
Notícia
Foto: Reprodução
ANIVERSÁRIO DE CHICO SCIENCE É LEMBRADO NESTA SEXTA-FEIRA EM FESTA NO PÁTIO DE SÃO PEDRO - FOTO: Foto: Reprodução
Leitura:

Aproveitando uma confluência de datas que marcam a vida local, a Prefeitura do Recife promete agitar a noite de hoje bem no coração da cidade. Com o aniversário de 483 anos do município realizado nesta semana e a lembrança dos 54 anos de Chico Science, ponta de lança do manguebeat, a festa está garantida no Pátio de São Pedro. Trata-se do Baile Back to Mangue, marcado para as 19h.

A programação e o espaço fazem jus às ocasiões comemoradas. Com a estrutura do Som na Rural, o Pátio de São Pedro, espaço que já esteve presentes em clipe de Chico Science & Nação Zumbi, receberá nomes marcantes do período, que se apresentam e conduzem a noite com uma pluralidade de sons e memórias. A abertura do evento fica por conta de Renato L, dono da alcunha de "ministro da comunicação do mangue", recebendo o público.

Em sequência, é a vez de Fred 04, outra cabeça importante do movimento com a Mundo Livre S/A, se apresentar. É de Fred a autoria do manifesto Caranguejos com Cérebro, publicado em 1992 e considerado um documento ícone do movimento. Ano passado, a Mundo Livre comemorou os 25 anos de seu disco de estreia, Samba Esquema Noise, lançado em 1994.

Maciel Salu traz sua banda para continuar o festejo e não vem fraco nas participações que trará para sua apresentação os contemporâneos do movimento Cannibal (Devotos e Café Preto), Fábio Trummer (banda Eddie) e Isaar.

Para encerrar, quem vem é a Combo X, liderada por Gilmar Bolla 8, ex-integrante da Nação Zumbi, recebendo também os ex-membros Pácua (Via Sat) e Mestre Maia (Lamento Negro). Esse combo carrega bem a história e a identidade da veia percussiva da jornada musical de Chico, das alfaias aos beats.

Para avolumar ainda mais a revista das memórias, a ocasião contará também com um Museu Efêmero, iniciativa colaborativa que reunirá lembranças ligadas a Chico e ao movimento em si. O artista visual Edival Jr. também terá suas criações expostas .

O evento é realizado pela Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer da Prefeitura em parceria com o Som na Rural, de Roger de Renor, outra figura emblemática dos anos musicais de Chico.

l Baile Back to Mangue: 54 anos de Chico Science - Hoje, às 19h, no Pátio de São Pedro (Bairro de Santo Antônio, s/n). Entrada gratuita.

Moacyr Franco

"Não esperem nada diferente do show. Se eu inventar alguma coisa, o pessoal fica bravo. Sou obrigado a cantar aquelas dez, quinze músicas, muitos boas, mas não dá para variar não. No mais, a gente vai conversar muito, abraçar muito. Quer dizer, muito pouco, por causa do vírus. Mas, se depender de mim, eu vou espalhar vírus, porque gosto de beijar e abraçar", brinca o cantor Moacyr Franco, que se apresenta hoje, no Teatro RioMar, às 21h, em celebração aos 60 anos de carreira.

O mineiro Moacir de Oliveira Franco (Ituiutaba, 5 de outubro de 1936), tem uma relação de cumplicidade com o Recife, que frequenta desde o início dos anos 60, quando era presença frequente na TV Jornal do Commercio: "Recife era um ponto estratégico da música brasileira e da televisão. Primeiro que a televisão Jornal do Commercio era muito importante; segundo, a música que se fazia aí era muito boa. Tenho um vídeo do maestro Spok, muito bom, sobre os tipos de frevo. Isto a gente via na rua, no boteco. Recife era a vida, o meio, o ambiente musical, não tinha violência. Em toda calçada tinha um cantor. Além de frequentar os teatros, frequentei muito a vida do Recife”. Leia na edição do domingo do JC a entrevista completa com Moacyr Franco.

l Show de Moacyr Franco – Hoje, 21h, no Teatro RioMar. Ingressos: Plateia Baixa: R$ 170 e R$ 85 (meia); Plateia Alta: R$ 150 e R$ 75 (meia) Balcão Nobre: R$ 120 e R$ 60 (meia). Fone: 3878-0000.

Aniversário do Afoxé Alafin Oyó

Para comemorar seus 34 anos o Afoxé Alafin Oyó realiza amanhã uma festa na sua sede. Para a celebração, as atrações serão o Grupo Bongar, a Bateria Cabulosa, Bateria Balanço Enredo e Grupo Abê Adu Lofê, com DJ nos intervalos, além dos anfitriões da casa. A festa tem início às 18h, no endereço Rua Do Sol, 284, Carmo, em Olinda. Os ingressos custam R$ 20, à venda no site sympla.com.br.

Tributo Pink Floyd

Após mais de um ano do último show no Recife, a Pompeii Pink Floyd Tribute volta ao Estelita amanhã, a partir das 22h, com apresentação especial para matar a saudade da capital pernambucana: três horas de show com a execução na íntegra do álbum Wish You Were Here e mais vários clássicos dos outros discos. Ingressos antecipados: R$ 25 (primeiro lote), R$ 30 (segundo lote). Na Avenida Saturnino de Brito, 385, Cabanga. Ingressos no dia do evento: R$ 40.

Leia mais: Cannibal denuncia censura da PM em show após música de Chico Science
Moacyr Franco deixa o SBT e acerta participação em série da Globo

Comentários

Últimas notícias