Quarentena

Regina Duarte se manifesta a favor de Bolsonaro sobre crise do coronavírus

Através do instagram, a atual secretária especial de Cultural postou uma mensagem a favor dos últimos pronunciamentos do presidente

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo
Publicado em 25/03/2020 às 14:15
Notícia
Reprodução
A atriz Regina Duarte foi convidada por Bolsonaro para Secretaria Especial da Cultura - FOTO: Reprodução
Leitura:

A atriz e atual secretária especial de Cultura, Regina Duarte, publicou em sua conta no Instagram mensagem a favor de um dos pronunciamentos do presidente Jair Bolsonaro.

Na postagem, ela destacou a frase dita pelo presidente. "Nós não podemos extrapolar a dose porque com o desemprego a catástrofe será maior."

Leia também: Em cadeia nacional, Bolsonaro reabre guerra com imprensa e critica gestores estaduais por isolamento do coronavírus

Leia também: Governador de Pernambuco diz que discurso de Bolsonaro "comprova que Brasil está sem comando"

Em seguida, Regina Duarte escreve: "para quem não entendeu a visão de Bolsonaro. Ele está certíssimo!"

Pronunciamento

Em pronunciamento feito em rede nacional, nesta terça-feira (24), o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), voltou a atacar a imprensa, afirmando que, no começo da então epidemia do coronavírus, os meios de comunicação brasileiros foram "na contramão", espalhando, segundo ele, a sensação de pavor na população acerca da covid-19.

Bolsonaro também atacou os gestores estaduais, alegando que as pessoas "precisam voltar à normalidade" e que é necessário reabrir o comércio e retirar a proibição de transportes públicos nas ruas, o que ele denomina de "conceito de terra arrasada".

O presidente também se mostrou contra a quarentena para prevenção do vírus e atacou o doutor Drauzio Varella, da TV Globo, que, em um vídeo, ressaltou a importância da quarentena para as pessoas do grupo de risco.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias