Música

Sabrina Parlatore lança 'Orgulho', seu novo single

Artista ficou famosa como VJ da MTV, mas cantar sempre esteve em seus planos

ROBSON GOMES
ROBSON GOMES
Publicado em 29/06/2020 às 21:10
Notícia
IANNI/DIVULGAÇÃO
'Orgulho' foi escrita pelo namorado Wilson Simoninha e Sabrina se identificou com ela de imediato - FOTO: IANNI/DIVULGAÇÃO
Leitura:

A musicalidade sempre esteve na vida de Sabrina Parlatore. Conhecida do público pela sua passagem como VJ da extinta MTV Brasil, há alguns anos a paulista de 45 anos tem encarado os microfones de outra forma: para soltar a sua voz como cantora. Nesta segunda-feira (29), a artista lançou nas plataformas digitais o segundo single de sua carreira como solista, intitulada Orgulho.

>> Sabrina Parlatore sobre luta o contra câncer: 'Morri e voltei a nascer'

>> 'PopStar': Um karaokê que deu certo

>> 5 anos sem a 'verdadeira' MTV Brasil: Relembre o último dia

Ao Jornal do Commercio, Sabrina conta de onde nasceu sua afinidade com a carreira musical: “O amor pela música vem desde a infância. Meu pai sempre botou música boa para eu e meu irmão escutarmos. Tínhamos um piano em casa e meu pai tocava canções de Gershwin e de Tom Jobim. Na adolescência, tive uma banda de pop rock onde eu era a vocalista, mas nem chegamos a nos apresentar em público. Tocávamos apenas para poucos amigos. Claro que com a chegada da MTV na minha vida eu passei a respirar música e não imaginava que anos depois eu tentaria meu lugar ao sol como cantora”.

Sabrina Parlatore entrou na MTV Brasil em 1995, onde ficou por cinco anos e apresentou vários programas como o Non Stop e o icônico Disk MTV. “Serei eternamente a Sabrina da MTV. Nem tinha tanta noção na época, da importância da emissora para a cena musical brasileira e para a formação de toda uma geração de jovens que acompanhava diariamente a sua programação. Pra mim foi um período incrível. Vivi grandes momentos lá. Entrevistei meus ídolos e apresentei programas históricos”, relembra.

A estreia de Sabrina nos palcos como cantora profissional, todavia, demorou um pouco. No ano de 2014, ela fez o seu primeiro show, quando sentiu que estava na hora de por em prática esse sonho. No ano seguinte, ela descobriu um câncer de mama, mas se curou rapidamente ao ser diagnosticada na fase inicial, e hoje é uma das grandes ativistas desta causa.

Em 2017, porém, foi quando o grande público tomou conhecimento de sua carreira como intérprete, quando ela participou do reality PopStar, da TV Globo. “O programa teve um alcance de público muito grande e foi uma grande oportunidade pra mostrar esse meu lado. A repercussão foi muito boa e me senti estimulada a investir de vez na minha carreira como cantora”, relembra Parlatore, que ficou entre os seis finalistas da disputa musical.

No mesmo programa, o público percebeu as afinidades de Sabrina Parlatore com a bossa nova e o jazz, entregando uma suavidade vocal em suas interpretações. “São estilos que combinam comigo e certamente acabei bebendo nesta fonte para as músicas que acabei de lançar”, comenta a artista.

ORGULHO

Sabrina, então, comenta um pouco mais de Orgulho, seu novo single recém-lançado, de autoria do seu namorado, que também assina a produção musical da faixa: “Orgulho é uma composição do Wilson Simoninha, lançada em 2013. Ouvi esta música um dia e me encantei por ela. Logo pedi pra gravá-la e prontamente o Simoninha a cedeu a mim”. Questionada se ela já viveu o contexto desta canção, que mostra um contraponto entre razão e sentimento em um relacionamento que chegou ao fim, ela é taxativa. “Claro! Quem nunca?”, disse aos risos.

Mesmo num momento difícil de pandemia, Sabrina tem consciência que o show deve continuar. Por isso segue tocando seu projeto musical - Orgulho é seu segundo single, junto com Quero Você, lançado no início de junho - e vem tentando lidar com o isolamento social. “Esse é um momento em que precisamos nos reinventar, buscar novas formas de expressar o nosso trabalho. [...] E é bem difícil saber que tantas vidas estão sendo levadas, que tantos negócios estão sendo prejudicados. Imagino que o impacto psicológico também será brutal. Tento manter a calma e a paciência. É um exercício constante”, afirma.

Nesse processo de busca de “seu lugar ao sol” como cantora, Sabrina Parlatore conta que tem um objetivo com esta sua faceta nos palcos. “Acho que o que mais me deixa feliz é quando vejo alguém se emocionando com a minha música, com a minha voz. Neste momento sinto que a música exerceu seu papel através de mim. Essa é a minha maior realização”, conclui.

OUÇA A MÚSICA 'ORGULHO':

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias