ARTES CÊNICAS

Teatro de Santa Isabel recebe uma das óperas mais antigas de Pernambuco

Segunda obra operística criada pelo pernambucano Euclides Fonseca, "Il Maledetto" volta aos palcos por iniciativa da Academia de Ópera e Repertório e Sinfonieta da UFPE e da Gárgula Produções

Emannuel Bento
Cadastrado por
Emannuel Bento
Publicado em 30/11/2021 às 18:27 | Atualizado em 30/11/2021 às 19:17
LUCAS MELO/DIVULGAÇÃO
ELENCO Os atores Rodrigo Cruz, Jéssica Soares, Lucas Melo e Franz Ribeiro em Il Maledetto - FOTO: LUCAS MELO/DIVULGAÇÃO
Leitura:

A parceria da Academia de Ópera e Repertório e Sinfonieta da UFPE com a Gárgula Produções, que vem resultando num trabalho de resgate da história operística de Pernambuco, chega em um novo momento neste final de semana. Eles apresentam a montagem inédita de "Il Maledetto" (O maldito, 1902), segunda obra operística criada pelo pernambucano Euclides Fonseca (1853-1929). O espetáculo fica em cartaz no Teatro de Santa Isabel, Centro do Recife, da quinta-feira (2) ao sábado (4), às 18h30 e 20h, e no domingo (5), às 17h e 18h30. Os ingressos custam R$ 60 e R$ 30 (meia).

Essa é a segunda obra de Euclides Fonseca resgatada, restaurada, orquestrada e montada pela Academia de Ópera com a Gárgula. Em março de 2019, a parceria realizou a montagem de "Leonor" (1883), primeira obra operística do pioneiro nesse gênero no estado. Novamente, a montagem foi possível graças à restauração das partituras, cedidas pela biblioteca do Instituto Ricardo Brennand. O trabalho de restauração foi coordenado pelo maestro Wendell Kettle, que assina a direção cênica, musical e regência de "Il Maledetto". Marcondes Lima e Jéssica Soares ficam com a direção de artes visuais e executiva, respectivamente.

O espetáculo aborda uma passagem bíblica do livro Gênesis, trazendo os personagens Caim (Lucas Melo, tenor), Abel (Franz Ribeiro, contrarenor), Adah (Jéssica Soares, soprano) e Adão (Rdorigo Cruz, baixo-barítono). "Eu suspeito que essa obra foi composta para apresentações em locais religiosos, como igrejas. Esse é um drama bíblico que conta a história de Caim e Abel. Também temos Ada, irmã e esposa de Caim, e o Adão", diz Wendell Kettle.

"Nós fizemos algumas adaptações. Euclides Fonseca escreveu a obra só com canto e acompanhamento de órgão, mas eu orquestrei essa versão. Temos um coro oculto, que fica na coxia. Uma hora ele é celestial, outra hora infernal", continua o maestro.

Antes da ópera, será apresentada uma peça sinfônica de Euclides Fonseca, intitulada "A Descoberta do Brasil". Também haverá um prólogo, em que o ator Arilson Lopes irá fará uma performance cênica com um texto escrito por Eron Villar. "Colocamos como uma reflexão na montagem, pois o espetáculo em si é curto, tendo cerca de 36 minutos. É um evento bem rico em termos de manifestações e linguagens artísticas", diz Kettle.

SERVIÇO
"Il Maledetto" (O maldito, 1906), de Euclides Fonseca
Quando: da quinta-feira ao sábado, às 18h30 e 20h, e no domingo, às 17h e 18h30.
Onde: Teatro de Santa Isabel (Praça da República, s/n, Santo Antônio)
Quanto: $ 60 e R$ 30 (meia), à venda na bilheteria do teatro e via Pix
Mais informações pelo WhatsApp: (81) 98534-9068

Comentários

Últimas notícias