REENCONTRO

De suposta briga a disputa milionária: relembre a saída de Solange Almeida de Aviões do Forró

Em 2019, duas ações judiciais corriam na 3ª Vara Cível de Fortaleza; enquanto Solange pedia R$ 5 milhões, a banda cobrava um prejuízo de R$ 17 milhões

Bruno Vinicius
Bruno Vinicius
Publicado em 07/12/2021 às 10:44
Notícia
Divulgação/Instagram
Xand Avião e Solange Almeida se abraçaram no palco da 'Farofa da Gkay' - FOTO: Divulgação/Instagram
Leitura:

Solange Almeida e Xand Avião construíram juntos a Aviões do Forró, uma das bandas do gênero mais bem sucedidas nas últimas duas décadas. Após quatro anos de separação da dupla, os cantores se apresentaram nesta segunda-feira (6), na Farofa da Gkay, em Fortaleza. Durante esse período, houve especulações sobre a saída de Solange da banda, mas os trâmites envolvem processos judiciais e investigações do Ministério Público contra a Aviões.

Almeida deixou de ser vocalista e sócia do grupo em fevereiro daquele ano. Por muito tempo, houve especulação sobre o real motivo de sua saída, mas há dois anos ela ressaltou em vídeo uma ação na Justiça, a qual cobrava R$ 5 milhões aos outros sócios.

>> Vídeo: Solange Almeida e Xand Avião fazem as pazes na 'Farofa da GKay'. Entenda a treta

"Na minha saída do Aviões, chamei os sócios e disse que não ficaria mais na banda e que eu os daria dois anos para isso [se programarem]. Aí eles me disseram em 2016 que iriam acabar com o Aviões no dia 1º de setembro de 2017", comentou em um comunicado.

RELEMBRE A DISPUTA

Na época, surgiram alguns boatos em torno de sua saída, mas ela confirmou a ação judicial. "Queria dizer que essa ação é verdadeira. Por respeito com a história que eu tinha vivido com a banda eu não quis ser a vítima da situação e não quis de certo modo criar um mal-estar, então aceitei tudo o que foi proposto", argumentou.

Na época, ela explicou que a relação mudou bruscamente após a saída do grupo. "Simplesmente fiquei na minha. Logo em seguida fui convidada pelo Fantástico para dar uma nota e eles [sócios da banda] simplesmente não deixaram. Me colocaram dentro do quarto no Piauí e pediram que eu fizesse um vídeo junto com Xand e eu fiz. E aí eu levei a culpa inteira que eu era a ingrata, a escrota, que eu queria mais dinheiro", revelou.

Durante esse período, ocorreram dois processos na 3ª Vara Cível de Fortaleza. A primeira, em que Solange cobra os R$ 5 milhões, enquanto a segunda a cantora foi processada por Isaías CD, em um valor estimado em R$ 17 milhões. A argumentação seria de que a banda teve prejuízos após a saída de Sol, como é conhecida no meio.

Comentários

Últimas notícias