SAMBA ENREDO

CARNAVAL 2022: Conheça os sambas enredos das escolas do Rio de Janeiro

Homenagens a figuras como Martinho da Vila, Paulo Gustavo e muitas celebrações à cultura negra marcam temas dos desfiles da Marquês da Sapucaí

Emannuel Bento
Cadastrado por
Emannuel Bento
Publicado em 19/04/2022 às 12:17
Fernando Frazão/AGÊNCIA BRASIL
Desfile das escolas de samba do Grupo Especial no Sambódromo da Marquês de Sapucaí - FOTO: Fernando Frazão/AGÊNCIA BRASIL
Leitura:

As 12 escolas do Grupo Especial do Carnaval do Rio de Janeiro já estão com os seus sambas-enredos definidos para o desfile de 2022. Neste ano, em razão da pandemia, o Carnaval das escolas de foi transferido para abril. Os enredos foram escolhidos em evento na Cidade do Samba.

As apresentações do Grupo Especial, que reúne o melhor da folia carioca, serão realizadas na Marquês de Sapucaí nesta sexta-feira (22) e sábado (23).

A TV Globo exibirá todos os desfiles ao vivo. O Globoplay, streaming da emissora, irá liberar a transmissão para assinantes e não assinantes - basta clicar na aba "Agora na TV" da plataforma.

Conheça os sambas enredos de 2022:

Sexta-feira (22)

Imperatriz
A Imperatriz levará à Sapucaí o enredo "Meninos, eu vivi... onde canta o sabiá, onde cantam Dalva e Lamartine". Idealizado pela carnavalesca Rosa Magalhães, o enredo vai homenagear o também carnavalesco Arlindo Rodrigues, morto em 1987. A composição solo é de Gabriel Melo.

Mangueira
A Mangueira irá apresentar o enredo "Agenor, José e Laurindo", que homenageará três dos maiores ícones de sua história: Cartola, Jamelão e Mestre Delegado. A composição é coletiva, assinada por Moacyr Luz, Pedro Terra, Bruno Souza e Leandro Almeida.

Salgueiro
Na busca pelo décimo título no carnaval carioca, a Salgueiro apresentará o tema “Resistência”, retratando locais do Rio de Janeiro marcados como pontos importantes da cultura negra.

A composição coletiva é assinada por Demá Chagas, Pedrinho da Flor, Leonardo Gallo, Zeca do Cavaco, Joana Rocha, Renato Galante e Gladiador.

São Clemente
A São Clemente levará ao Sambódromo homenageará o ator e humorista Paulo Gustavo, morto de Covid este ano (veja abaixo a explicação do enredo).

A composição coletiva de Cláudio Filé, James Bernardes, Arlindinho Neto, Braguinha, Colaço, Marcus, Lopes, Caio, Tinguinha, Danilo, Gustavinho, Kaike Vinicius e Igor Leal.

Viradouro
A Unidos do Viradouro apresentará o enredo “Não há tristeza que possa suportar tanta alegria”, dos carnavalescos Marcus Ferreira e Tarcísio Zanon. O desfile vai destacar o sentimento dos cariocas na folia de 1919, que marcou o fim da pandemia da gripe espanhola.

A composição coletiva é de Felipe Filósofo, Fábio Borges, Ademir Ribeiro, Devid Gonçalves, Lucas Marques e Porkinho.

Beija-Flor
A Beija-Flor de Nilópolis apresentará o enredo "Empretecer o pensamento é ouvir a voz da Beija-Flor". A proposta é "enaltecer as glórias e as histórias dos negros", abordando ainda a luta contra o racismo.

A composição coletiva é de J. Velloso, Léo do Piso, Beto Nega, Júlio Assis, Manolo e Diego Rosa.

Sábado (23)

Paraíso do Tuiuti
A Paraíso do Tuiuti vai levar para a Marquês de Sapucaí um enredo sobre as histórias de luta, sabedoria e resistência negra: “Ka ríba tí ÿe - Que nossos caminhos se abram". O enredo vai exaltar a contribuição de grandes figuras negras para a humanidade e uma ode ao futuro da negritude.

Portela
Dona de 22 títulos do carnaval carioca, a Portela vai apresentar o enredo "Igi Osè Baobá", de autoria dos carnavalescos Renato Lage e Márcia Lage. A música retrata a simbologia dos baobás, árvores gigantescas e milenares originárias da África.

A composição coletiva de Wanderley Monteiro, Vinicius Ferreiro, Rafael Gigante, Bira, Edmar Jr., Paulo Borges e André do Posto 7.

Mocidade
A Mocidade Independente de Padre Miguel escolheu o samba-enredo "Batuque ao Caçador", que exalta o orixá Oxóssi. A composição coletiva de Carlinhos Brown, Diego Nicolau, Richard Valença, Orlando Ambrosio, Gigi da Estiva, Nattan Lopes, JJ Santos e Cabeça do Ajax.

Unidos da Tijuca
A Unidos da Tijuca escolheu o enredo "Waranã – A Reexistência Vermelha", de autoria do carnavalesco Jack Vasconcelos, estreante na escola. O tema abordará a lenda do guaraná. A composição coletiva é de Anderson Benson, Eduardo Medrado e Kleber Rodrigues.

Grande Rio
Atual vice-campeão do carnaval carioca, a Grande Rio escolheu o samba-enredo "Fala, Majeté! Sete chaves de Exu". A escola quer contar histórias e manifestações culturais ligadas à simbologia da divindade do candomblé, sob o comando dos carnavalescos Gabriel Haddad e Leonardo Bora

A composição coletiva de Gustavo Clarão, Arlindinho Cruz, Jr. Fragga, Cláudio Mattos, Thiago Meiners e Igor Leal.

Vila Isabel
O cantor e compositor Martinho da Vila será o grande homenageado pelo Vila Isabel no carnaval de 2022. A vida do artista vai ser contada no enredo “Canta, canta minha gente! A Vila é de Martinho!”, criado por Evandro Bocão, André Diniz, Dudu Nobre, Professor Wladimir, Marcelo Valença, Leno Dias e Mauro Speranza.

Comentários

Últimas notícias