RECLAMAÇÕES

Estrutura do show de Maroon 5, no Recife, não foi à altura da banda e do público

Fãs de Maroon 5 procuraram o JC para reclamar da estrutura do Classic Hall

Thalis Araújo
Thalis Araújo
Publicado em 06/03/2020 às 13:37
Notícia
FOTO: PEDRO PEREIRA/DIVULGAÇÃO
Maroon 5 no Recife - FOTO: FOTO: PEDRO PEREIRA/DIVULGAÇÃO
Leitura:

Atualizada às 15h51

“Incrível”. Foi assim que o público da banda californiana Maroon 5 descreveu o show que aconteceu na última quinta-feira (5), no Classic Hall, no Recife. Mas, mesmo com a sensação de missão cumprida por ver o ídolo da guitarra rosada cantar, os fãs reclamaram da estrutura do local, falta de sinalização nas entradas da casa de show e do trânsito no entorno da casa de shows. A própria reportagem do Jornal do Commercio, que estava no local, constatou a dificuldade da volta para casa.

>> Dia memorável: fã ganha setlist e baqueta no show de Maroon 5 no Recife

>> Fãs do Recife pegam camisa do vocalista de Maroon 5 e brincam com "cc maravilhoso" e leilão de R$ 12 mil

“Não dá pra ignorar a falta de preparo da cidade para receber eventos desse porte. O caos no trânsito no final, estacionamento travado e muita gente caminhando na direção da Encruzilhada para chamar um transporte por aplicativo. Um verdadeiro despreparo total. Uma hora e meia depois de o show terminar, o caos continuava”, explicou um fã à reportagem do Jornal do Commercio, que também destacou a altura do palco, que era baixa, o que dificultava a visibilidade do artista.

Além das reclamações estruturais sobre a estrutura montada na área externa do Classic Hall (ao lado do Centro de Convenções), teve gente que ressaltou também falhas no trânsito. “Quem desceu em Salgadinho e estava no front stage, dava uma volta, passando por um trecho bem escuro no caminho”, destacou outra fã. A falta de funcionários também foi percebida, no que se refere à segurança do local.

Lembrando que o local do show dessa quinta-feira (5), onde o ingresso mais barato foi vendido a R$ 175 e o mais caro a R$ 640, é o mesmo que todos os anos recebe eventos de grande público, como Olinda Beer, por exemplo. 

No final do show, também houve complicação para o público sair. O JC recebeu relato de que havia um portão com apenas 10 metros de largura. “Milhares de pessoas saindo ao mesmo tempo”.

A Live Nation é a empresa que trouxe a banda americana Maroon 5 para a turnê no Brasil. Assim que tivermos uma resposta sobre os problemas relatados acima, atualizaremos o texto.

O que disse a CTTU

A reportagem do Jornal do Commercio tentou contato com a Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU) para questionar sobre o esquema de trânsito do entorno do local do show, mas não obteve retorno. O espaço segue aberto para resposta.

FOTO: PEDRO PEREIRA/DIVULGAÇÃO
Maroon 5 no Recife - FOTO:FOTO: PEDRO PEREIRA/DIVULGAÇÃO
Reprodução - Instagram
Dinho Neto foi um dos fãs que sentiram o cheiro de Adam Levine, vocalista de Maroon 5 - FOTO:Reprodução - Instagram
Reprodução | Instagram
Camila Gomes segurando os presentes que ganhou no show. - FOTO:Reprodução | Instagram
FOTO: PEDRO PEREIRA/DIVULGAÇÃO
Maroon 5 no Recife - FOTO:FOTO: PEDRO PEREIRA/DIVULGAÇÃO
FOTO: PEDRO PEREIRA/DIVULGAÇÃO
Maroon 5 no Recife - FOTO:FOTO: PEDRO PEREIRA/DIVULGAÇÃO
FOTO: PEDRO PEREIRA/DIVULGAÇÃO
Maroon 5 no Recife - FOTO:FOTO: PEDRO PEREIRA/DIVULGAÇÃO
FOTO: PEDRO PEREIRA/DIVULGAÇÃO
Maroon 5 no Recife - FOTO:FOTO: PEDRO PEREIRA/DIVULGAÇÃO
FOTO: PEDRO PEREIRA/DIVULGAÇÃO
Show do Maroon 5 no Recife - FOTO:FOTO: PEDRO PEREIRA/DIVULGAÇÃO
FOTO: PEDRO PEREIRA/DIVULGAÇÃO
Show do Maroon 5 no Recife - FOTO:FOTO: PEDRO PEREIRA/DIVULGAÇÃO

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias